quarta-feira, abril 30, 2008

1 DE MAIO , DIA DO TRABALHO

Festeja-se quem trabalha , no primeiro dia do mês de Maio .
Será que todos nós sabemos o motivo ou ainda recordamos a razão desta efeméride?... Talvez não.

Numa época de franco retrocesso nas relações laborais em Portugal, com a classe trabalhadora a perder protecção no Código Laboral que o Governo actual se prepara para fazer entrar em vigor e com uma intrincada rede de interesses a asfixiar a classe média e a força de trabalho, penso que será bom dar aqui uma breve resenha histórica acerca desta data.

Teremos que regressar ao século XIX, época em que os trabalhadores não possuíam nenhum tipo de protecção nem nenhuma espécie de direitos. Para mim, é este o sonho maior dos empresários portugueses , na sua maioria!

Falando claro: não tinham férias nem descanso semanal, trabalhavam desde crianças num horário de treze horas diárias, reforma e baixa por doença não existiam.

Face a este regime de quase escravatura, os trabalhadores de Chicago levaram a efeito uma greve geral para redução do horário de treze para oito horas por dia, a um de Maio de 1886.

O patronato e o Governo reprimiram violentamente a greve com todos os meios à sua disposição: cargas policiais, prisões, despedimentos. Inclusivamente, foi decretado estado-de-sítio.

Além destes dispositivos legais, lançaram mão da contratação de mercenários para atacarem fisicamente os sindicatos e as casas de quem aderiu às reivindicações.

Os principais dirigentes foram aprisionados e levados a julgamento sob as acusações habituais nestes casos : arruaceiros, perturbadores da ordem pública, inimigos da pátria.

E assim, após vários meses de audiências, caíram sentenças pesadíssimas sobre estes oito homens:

= MICHEL SHWAB - prisão perpétua.

= SAM FIELDEM - prisão perpétua.

= ÓSCAR NEEB - 15 anos de prisão.

= GEORG ENGEL - morte na forca.

= LOUIS LINGG - morte na forca, que não cumpriu : suicidou-se na prisão.

= ADOLPH FISCHER - morte na forca.

= AUGUST SPIES - morte na forca.

= PARSONS - morte na forca.

A um de Maio de 1889, o Congresso Socialista decidiu, em Paris, criar esta data para homenagear quem dera a sua vida pela melhoria das condições laborais de quem vive da sua força de trabalho.

Escusado lembrar que , no nosso país, só com a queda da ditadura de Oliveira Salazar e Marcelo Caetano foi possível a celebração do 1º de Maio.

Permitam que lembre ainda a revolta dos trabalhadores catalães, nos inícios do século XX, contra as péssimas condições de trabalho nas fábricas dos ricos burgueses , cujos palácios eram construídos baseados em salários miseráveis e uma desenfreada exploração .
Claro que a igreja católica , na linha de toda a sua existência, se colocou ao lado do patronato naquela que ficou conhecida pela "Semana Trágica".
Como lucidamente August Spies afirmou perante o Tribunal que legalmente o assassinou por reivindicar os seus direitos , o movimento reivindicativo dos assalariados não conheceria retrocesso daí para o futuro.
Esperemos que actualmente também não!!

Recordemos a inesquecível cantautora Violeta Parra " Que Dira el Santo Padre?":
http://www.youtube.com/watch?v=7z75uz6xC6U

70 comentários:

  1. Querida amiga São, que o 1º de Maio o celebremos revindicando os direitos dos trabalhadores e de todas as pessoas do planetas, a uma vida digna.
    Em muitos países os direitos dos trabalhadores são pisoteados pela patronal em convivência com alguns governos.
    O pior de tudo é do que alguns destes países onde se pisoteiam os direitos do trabalhador e os direitos humanos, chamam-se "socialistas".
    Isto é um insulto para os que acreditamos em o autentico SOCIALISMO.

    Desde o Mediterrâneo um forte e fraternal abraço.

    Salut

    ResponderEliminar
  2. Assim é meu estimado amigo!
    Eu desprezo mais quem trai os ideais de esquerda do que quem nunca os teve!
    Viva quem trabalha!

    ResponderEliminar
  3. Parando para pensar na actualidade do nosso país, pergunto-me quantas pessoas se sentem confortáveis para comemorar o 1º de Maio.
    Há tantos ideais a morrer, tantos sacrifícos e luta de alguns a cair por terra nos tempos modernos.
    Uma realidade preocupante.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Sim, uma realidade bem preocupante para a maior parte de nós.
    Mas, na minha opinião, é esse triste facto mais uma razão para não nos entregarmos sem luta!
    Bom feriado.

    ResponderEliminar
  5. Olá São,
    Vim ler o teu post, cuja história já conhecia mas não tão em pormenor, com o nome dos trabalhadores condenados e tudo.
    Desejo que passes um bom dia do trabalhador e que tudo saibamos fazer no dia a dia para quebrar esta tendência de caminhar para situações próximas das que existiam em 1886.

    ResponderEliminar
  6. BRANCAMAR
    Bem vinda, linda!
    Secundo os teus votos, porque muito necessária é a consciência do que nos está caindo em cima...e algumas pessoas não a têm!!
    Bom feriado.

    ResponderEliminar
  7. Foram tempos difíceis em que muitos trabalhadores e dirigentes sindicais perderam a vida.

    Hoje, curiosamente, o desemprego varia na razão directa da protecção que os trabalhadores têm nos diferentes países. Ou seja, os países onde a proteção é maior o desemprego também é maior, e vice-versa.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Esta fiesta no podrá pasar nunca de moda.
    Besos.

    ResponderEliminar
  9. FORÇA

    O SONHO COMANDA A VIDA

    BJS

    ResponderEliminar
  10. Se fosse antes do 25 de Abril, tinha-mos sempre alguém que dissesse Não!!! Filizmente os tempos são outros.

    ResponderEliminar
  11. Bienaventurados quienes tienen trabajo y pueden vivir dignamente...
    Feliz día del trabajo!!!
    Beijos, mi amiga!

    ResponderEliminar
  12. SÃO
    Belissímo texto, didáctico e informado, digno da grande mulher que tu és, sempre na linha da frente na luta pela justiça.
    Tenho no Silêncio Culpado um prémio para ti, neste 1º.de Maio em que se comemora a luta dos trabalhadores. Este prémio, o prémio da liberdade florida, decidi reparti-lo com as mulheres que me visitam e que lutam pela justiça, pela dignidade e pelo direito à diferença.
    Mulheres que constroem, sofrem e amam mas que são, acima de tudo, mulheres inteiras que "pedalam" a dobrar num mundo competitivo ainda dominado pelos homens.
    Ninguém mais que tu o merece, querida São.

    ResponderEliminar
  13. Minha querida São deixa-me dar-te um abraço bem apertado! Conseguiste comover-me mais ainda!!! Os pormenores do teu relato são tão importantes que não consegui travar o nó na garganta e no coração! Obrigada amiga pelo trabalho que tiveste para ter esta informação. Do coração, OBRIGADA! Viva o 1º de Maio!!!

    ResponderEliminar
  14. Linda colega e amiga São:
    Um Post riquíssimo que li de ponta a ponta.
    Sim! No 1º Dia de Maio celebra-se a conquista dos direitos e valores de justiça dos trabalhadores assalariados.
    Foi imensa esta luta. Sofrida, com mortes injustas, torturas, atentados contra o humanismo e sinceridade das pessoas de bem.
    Sim! Só depois de Salazar este dia se pode comemneorar em liberdade.
    Um maravilhoso 1º DE Maio para si e para os seus.
    Beijinhos de estima, consideração e respeito pela sua imensa significação na criação de Posts actuais, justos e sinceros.
    Sempre a lê-la com agrado e consideração gigantesca.
    É uma pessoa excelente de bem.

    pena

    Bela atitude que registo com agrado!

    ResponderEliminar
  15. Excelente post, São! Comoveste-me!
    Que este 1º de Maio seja celebrado com a força e a convicção de que queremo um Portugal mais justo, mais igualitário, mais incluso, mais livre.

    Um bom dia do Tabalhador!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Feliz 1º de Maio, nosso dia...

    ResponderEliminar
  17. NILSON BARCELLI
    Será então de crer que se tudo estivesse desregulamentado, o emprego seia pleno?!...
    Feliz 1º de Maio.

    ResponderEliminar
  18. Gosto sempre de ouvir contar a história desta celebração do 1º de Maio. obrigada São. Um beijo.

    ResponderEliminar
  19. querida_________São





    magnifico post_____parabéns!




    tive algumas aulas em Paris_______em que o tema era este.mesmo



    lamentavelmente______penso que muita gente não saiba




    por isso________muito obrigada pela partilha









    beijO______C_____carinhO


    bFeriado/fSemana

    ResponderEliminar
  20. PEDRO OJEDA ESCUDERO
    Espero bem que não!
    Feliz 1º de Maio, amigo.

    ResponderEliminar
  21. MAR ARÁVEL
    Com pessoas como tu a meu lado, a força será maior!
    Bem hajas, caríssimo!

    ResponderEliminar
  22. ESPAÇO DO JOÃO
    Graças a DEus, amigo, graças a Deua são outros, mas temos que estar com atenção!
    Feliz feriado.

    ResponderEliminar
  23. SILÊNCIO CULPADO
    Lídia, minha querida, o maior prémio és tu!
    A sério, a tua generosidade e o teu empenho são, para quem tem a sorte de te conhecer, um exemplo a seguir!!
    O meu apertado abraço de estima e gratidão para ti!

    ResponderEliminar
  24. AMIGONA AVÓ E NETA PRINCESA
    Minha amiga , quem fica comovida e grata sou eu...
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  25. PENA
    Meu querido amigo, mais uma vez não sei como lhe agradecer o comentário!
    Que tenha todo o bem que merece!

    ResponderEliminar
  26. SOPHIAMAR
    Minha linda, com pessoas como tu do mesmo lado da luta, é mais fácil não deixar a esperança morrer!
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  27. RUI CAETANO
    Sempre o nosso dia, meu caro!
    Feliz feriado.

    ResponderEliminar
  28. GRAÇA PIRES
    Nunca é demais relembrar, pois não?
    Feliz feriado!

    ResponderEliminar
  29. BETTY BRANCO MARTINS
    A memória é , talvez, a mais nobre forma de resistir.
    A tua presença será sempre festejada aqui, linda!
    Feliz feriado.

    ResponderEliminar
  30. RODOLFO N
    Tienes razón, amigo !
    Feliz 1º de Maio para ti, caro Rodolfo!

    ResponderEliminar
  31. Que interesante a historia sobre como conseguimos o noso día, non a coñecía. Por certo, estou totalmente de acordo con desiderio hernandez benito, o primeiro comentario, non sei como é posible que os países nos que se desprecía ós traballadores se poder chamar socialistas, viva o socialismo auténtico!! Non sei se cometeches un erro na entrada ou me lío eu co portugués jeje, pero sería máis adecuado dicir día do traballador, non do traballo, ó fin de contas, é o noso día. Féliz día do traballador!!!!! Unha aperta.

    ResponderEliminar
  32. Querida Amiga São,

    Neste final de dia do Trabalhador e da Espiga, trago-te um beijo embrulhado em Liberdade.

    Maria Faia

    ResponderEliminar
  33. Neste dia especial, para os trabalhadores, venho trazer o meu abraço de amizade, e o meu obrigada por ser como é.

    ResponderEliminar
  34. é este o dia de quem luta!

    ResponderEliminar
  35. Se a mágoa é um dom
    duma vontade traída
    humilhada e colorida,
    que a experiência vivida
    nos oferece com desdém...
    se a mágoa é tudo isso,
    eu não quero ser diferente
    Prefiro não ser ninguém.
    Prefiro agradecer a sua amizade
    e fidelidade para com o Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä.
    Um fim-de-semana com amizade e G®¡†ös
    É já agora com Þöësiä.

    ResponderEliminar
  36. D´AGOLADA
    Tens razão, só que Trabalho não tem género...
    Também concordo com Desidério, claro.
    ^Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  37. MARIA FAIA
    E eu recebo com muito carinho, retribuindo com estima.
    Bom fim de semana, linda.

    ResponderEliminar
  38. *
    são,
    obrigado.
    por teres ressoado, 1886,
    ,
    conchinhas de maio,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  39. ELVIRA CARVALHO
    Agradeço e retribuo a simpatia!
    Feliz fim de semana.

    ResponderEliminar
  40. SÉRGIO
    Sempre!
    Sabe que o seu perfil não está disponível?
    saudações.

    ResponderEliminar
  41. EFENETO
    Com o meu caro amigo por perto, a poesia estará sempr presente!
    Seja feliz!

    ResponderEliminar
  42. Agradecimentos ? Só para quem lutou a sério...
    Que Maio te seja azul e verde , como o mar!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  43. São!
    Mais do que nunca é hora de reivindicar os direitos dos trabalhadores, que , em nome da globalização, da flexibilização, da governabilidade e de tantas outras "ades", marcadas pelo neoliberalismo capitalista e opressor, e, baseados numa perversa chantagem de manutenção de emprego, buscam rasgar os direitos já consolidados...
    Beijos!

    ResponderEliminar
  44. ...há realmente que não esquecer a razão desta data ...

    e ... há que fazer alguma coisa ... pois caminhamos novamente para o abuso total de patronato sobre os trabalhadores ...

    bjs

    ResponderEliminar
  45. PAULO VILMAR
    Assim é, meu estimado amigo, assim é!
    Não podemos deixar de lutar pelos nossos direitos, nunca!
    Não é obrigatório vivermos sob esta exploração sem fim.
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  46. ISABEL F
    Concordo de todo contigo.
    Mas , desgraçadamente, existem pessoas que me perguntam , por exemplo, como é que o novo Código não protege os trabalhadores!!
    Bem hajas, querida.

    ResponderEliminar
  47. Ola Sao
    Um optimo fim de semana!
    Os grandes sucessos dos seculos anteriores no dominio dos direitos dos trabalhadores, estao na actualidade e um pouco por toda a parte em regressao. A globalizacao e os ideais que a acompanham nao contemplam a causa dos trabalhadores, mas sim o lucro.
    Mas a cegueira e' total e quando acordarmos vamos ter que pagar um preco muito alto...

    ResponderEliminar
  48. São

    É importante recordar e estabelecer a correspondência com os tempos que vivemos.

    Magnífica, a fotografia que escolheu.

    ResponderEliminar
  49. TAGARELAS-MIAMENDES
    Pois é dessa cegueira e dessas cedências que tenho muito medo: há gente completamente alienada.
    E tenho receio que apareça para aí o D. Sebastião!
    Feliz final de semana.

    ResponderEliminar
  50. MPS
    Deve-se sempre estabelecer relações, acho.
    Até porque , ao contrário de algumas afirmações, a História ainda não findou e repete-se!
    Obrigada por ter gostado!
    Quando quiser voltar, venha.
    Feliz final de semana.

    ResponderEliminar
  51. Oie minha amiga linda! Desculpe minhas ausências. Tenho andado com a cabeça cheia de problema.
    Parabéns pelo post! Esse dia, acredito que não se tem muito a comemorar. Pelo menos aqui, as perdas são grandes. Temos o funcionalismo público federal que não recebe aumento ha anos. As perdas são grandes. Quando aumenta o salário mínimo, tudo já sabiu muito mais. Dificuldade de se arranjar um emprego. As empresas só querem agora trabalho temporário, sem assinar carteira...
    Complicado demais.
    Bom fim de semana! Fique com Deus!
    Beijos

    ResponderEliminar
  52. knDesviando-me do tema do post, informo que A Petição em Prol das Crianças Vítimas de Crimes Sexuais FOI ENTREGUE.

    Ultrapassadas largamente as 4 000 assinaturas, a 3 de Janeiro remeteu-se carta ao Exmo. Presidente da República Portuguesa, na qual se solicitou uma audiência para a entrega da Petição.

    Posto o tempo de espera, que não pode ser indefinido, as acções urgem.

    Ainda sem a aguardada resposta da Presidência, a Petição com 13 072 assinaturas válidas no total (4 757 online e 8 315 manuscritas), foi entregue a 29 de Abril no Palácio de Belém, contra prova de recepção.

    Agradecemos profundamente a TODOS os que de coração aberto se uniram nesta causa, contribuindo de diversas formas na sua divulgação e recolha de assinaturas.

    Sem vós, não se teria chegado aqui. Bem-hajam!

    ResponderEliminar
  53. Olá São!
    Sinto muita saudade de tí também, querida!
    Por aqui as coisas andam muito corridas, e este texto me veio à calhar, afinal ando trabalhando no ritmo de antigamente, 13hrs por dia.
    Mas logo, logo as coisas se ajeitam e voltam ao normal.
    Espero que esteja tudo bem contigo e sua família.
    Se cuida, minha querida!
    Saudade!
    Bjos

    ResponderEliminar
  54. Infelizmente há muito quem não saiba como se chegou aos direitos do trabalho, por isso não valorizam o que têm, ignorando no que tudo se pode transformar.
    A memória dos povos é curta, a História não dá o devido relevo às conquistas da humanidade em termos de direitos e conquistas sociais, o que é uma grave lacuna.
    Bfds
    Abraço descansado do Zé

    ResponderEliminar
  55. ups

    penso k agora já dá

    cumprimentos

    ResponderEliminar
  56. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  57. Conheço a história, mas vamos esquecendo alguns detalhes ao longo do tempo. Portanto, fizeste bem em relembrá-la.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  58. Olá querida amiga São, voltei para reler este magnífico texto, como sempre e na tua linha de conduta, tudo fazes para esclarecer, quem não sabe destes permenores... Bem-hajas Amiga,
    Muitos beijinhos de carinho,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  59. OLHOS DE MEL
    Ói, minha querida!
    Lamento que esteja com problemas e peço a Deus que os resolva depressa e bem!
    Aqui as coisas também vão de mal a pior e as queixas são semelhantes.
    Por isso é necessário estarmos presentes!
    Bem haja, Lúcia!

    ResponderEliminar
  60. CURIOSA
    Não há nada a agradecer.Assinar é o mínimo qie podemos e devemos fazer!!
    Eu agradeço, sim, a quem teve a iniciativa e fico sensibilizada pela cortesia de aqui vir!!
    Que Deus a abençoe!

    ResponderEliminar
  61. KARINA
    Que bom encontrar-te aqui, linda!
    Não permitas que te explorem demasiado, sim?
    Um abraço grande!

    ResponderEliminar
  62. ZÉ POVINHO
    Por tudo isso, considero indispensável o ensino da História e o cultivo das memórias.
    Continuação de bom descanso.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  63. SÉERGIO
    Não dá, não!
    Mesmo assim, obrigada.
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  64. OLIVER P
    A memória é forma de resistência. E é importante informar quem desconhece a razão das comemorações, não é?
    Feliz final de semana!

    ResponderEliminar
  65. FERNANDINHA, minha querida, relembrar é um modo de prevenção.
    Para que se não se caia no erro de se pensar que tudo está adquirido.
    Um feliz fim de semana, amiga minha.

    ResponderEliminar
  66. ABRIL !! MAIO !!

    SEMPRE !!!

    LUIZ

    ResponderEliminar
  67. Bela descrição para avivar memórias e até atiçar outras.

    A maioria da juventude sabe que é um feriado e já não é mau.
    Com esses conhecimento transcendente, tiram a história facilmente 10.
    Mas se lhes alongarem a pergunta, impera o silêncio.
    Traz alguma felicidade saber ler e escrever ?
    Agora, dando uns chutos na bola, tiram facilmente a equivalência ao 9º ano.
    Para que lhes serve a matemática, português, história e outras culturas, mesmo que gerais?
    Depois é só darem mais uns pontapés e têm o 12º ano.
    O que interessa são os feriados e uns trocados nos bolsos.

    Os pais é que deviam ser responsabilizados ... mas quem, neste país é responsável???

    Só o "Zé pagante", o casado ou amigado com a Maria do outro, que tantas lágrimas de crocodilo deixou cair por eles!

    ResponderEliminar
  68. Pois é né fia? Seu texto é uma alerta e tomara que chegemos a dias melhores para todos os trabalhadores não importando de qual nação.

    bjs
    O Sibarita

    ResponderEliminar
  69. XISTOSA
    A cultura sempre foi a parente pobre!
    Sabe que há dois programs semanais de mais de uma hora na RTP_N e oa mesma quantidade na SIC´-NOTÌCIAS?
    Viva o Futebolinho!!
    Feliz semana.

    ResponderEliminar
  70. SIBARITA:
    Junto meus votos aos seus, caro João!
    Feliz semana.

    ResponderEliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue