terça-feira, outubro 20, 2015

MENIR DOS ALMENDRES


O menir da herdade dos Almendres , em Guadalupe(Évora),  é um megalito  de milhares de anos ...



cujo acesso actual ,vergonhosamente, se faz por um estreito carreiro intransitável quando chove , muito pouco seguro se molhado e difícil mesmo seco.

É um monumento visitado por centenas e centenas de pessoas quer individualmente quer em grupos.




Ergue-se majestosamente nos seus mais de dois metros de altura e está alinhado com o Cromeleque de Almendres, situado a três quilómetros de distância.

As suas funções são variadas e  é também utilizado como pedra parideira e centro energético.


 A vereda de acesso é de  quinhentos metros e quem a percorre é logo avisado de ser necessário estar em boa forma.

Ao fundo vê-se a fila indiana de alguns dos  muitos visitantes, pois é essa a única maneira possível de caminhar.



Esta é a entrada sumptuosa da Herdade dos Almendres, que nada tem a ver com o original.

O monte primitivo foi destruído assim como os vestígios históricos romanos e não só que continha .

Que se pode esperar de criaturas desconhecedoras de coisas como  cultura e patriotismo ?!

Quem tem dinheiro para criar uma mansão desmesurada , também pode facilmente  se assim o quiser mandar fazer um passadiço de madeira para o menir.

32 comentários:

  1. Há anos que não vi este menir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu.


      Bem regressado sejas...e vê se abres os comentários no teu blogue, sim ?

      Tudo de bom

      Eliminar
  2. Estar numa propriedade privada
    é uma contrariedade e uma maçada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós nem entramos na propriedade, pois a vereda - quanto a mim escolhida de propósito - está entre cerca de arame(só falta ser farpado, para as pessoas se magoarem ao apoiarem-se obrigatoriamente nela).

      Aliás , quando vi o menir pela primeira vez, a propriedade também era privada e eu só tive de pedir licença para entrar ... caminhei aí uns duzentos metros sem dificuldade alguma , agradeci e vim-me embora-

      Mas de futebolistas incultos e novos-ricos que se pode esperar senão idiotices ?!

      Eliminar
  3. Achei interessante a historia... e de servir como centro energetico... muito interessante mesmo...

    Beijos, São...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos as construções megalíticas que se espalham pelo planeta são muitissimo interessantes...e nem imagina quanto eu adoraria saber como foram construídas, por quem e com que objectivo !


      Abraço grande, minha linda

      Eliminar
  4. Desconhecia! Grato pela partilha e informações. Numa próxima passagem por Évora lá estarei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que quer lá ir, mas depois faça mais quatro quilómetros para admirar o Cromeleque de Almendres, sim?


      Abraço, Rui

      Eliminar
  5. Ah! era este que o Obélix costumava carregar.

    ResponderEliminar
  6. rrrssss Talvez...e deve ter vindo para cá sobre toros de amdeira e/ou esferas de pedra : é esta inteligente explicação que nos dão face a construções megalíticascomo as que existem em toda a parte do mundo

    Bom resto de dia

    ResponderEliminar
  7. Estivemos perto mas não fui visitar. Haveremos de voltar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Visite e não deixe também de ir até ao Cromeleque de Almendres..

      Boa noite

      Eliminar
  8. ~~~
    ~ Muito interessantes estes menires de Évora.~

    ~ Subscrevo as considerações sobre os arrogantes novos-ricos.

    ~~~ Abraço amigo. ~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugal está repleto de construções megalíticas, especialmente no Alentejo...

      Os novo-ricos são estúpidos e o Estado não os coloca no seu devido lugar em situações como esta , infelizmente !

      Bons sonhos, linda

      Eliminar
  9. Realmente, esses acessos é mesmo para ver se desistem de visitar o monumento ...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. E só o não destruíram porque é considerado monumento pela Unesco e está protegido por lei.

    Bons sonhos, Mina

    ResponderEliminar
  11. Agora fez-me recordar o Obélix :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. rrrss

      Também acho piada às sua aventuras

      Eliminar
  12. E infelizmente não é a única situação! Inaceitável e incompreensível que monumentos como estes...estejam em idêntica situação! Ainda não conheço! Belos olhares e bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inaceitável mesmo.

      Como é possível que particulares disponham assim de bens culturais únicos que pertencem a toda a população mundial?!

      Abraços e beijos

      Eliminar
  13. Também já visitei este magnifico menir.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Impressionante, não é?

      Pena os acessos serem como são.

      Abraços

      Eliminar
  14. Conheço-o. É magnífico pelo que representa (ou representou). Pela negativa, o modo como SEMPRE é tratada, por quem diz que manda, a Cultura dos Povos.

    Beijos
    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, a Cultura é sempre a parente muito pobre de todos os Governos, pelo menos em Portugal...

      Concordo, magnífico , sim mais pelo que representou , mas também pelo enorme fascínio que estas construções em pedra e velhas de vários milénios exercem sobre nós.

      Abraço com desejo de bom final de semana

      Eliminar
  15. Já temos governo, os mercados exultam, houve danças em Wall Street, na City e em todos os lados, uma festa nunca vista.

    ResponderEliminar
  16. Não me admiro: a exploração vai continuar, nem que seja através de um Governo de gestão, como creio que vai ser...isto se os seguristas (Francisco de Assis e similares) não votarem a favor ou fizerem "abstenção " violenta do executivo de Passos /Portas...

    ResponderEliminar
  17. Pedras que contam a História. Conheço este menires. São fantásticos.
    Beijo, São.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também assim os considero.

      Gostaria tanto de saber quem está por detrás destas colossais construções!!

      Beijinhoss

      Eliminar
  18. Olá São:

    Sabedoria ancestral....

    Quem faz mansões dessas mostra a sua grandeza aparente.Quanto à outra...

    Beijinho doce

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda !

      Obrigada por teres aceite a minha sugestão quanto a cores.

      Concordo de todo contigo

      Beijinhos e boa semana :)



      Eliminar
  19. Um país mede-se por vários indicadores: um deles é, sem dúvida, o desleixo relativamente ao património, seja ele de que género for.
    Obg por partilhares, São. Bjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma tristeza esta situação do Menir e não só

      Que revolta!

      Bons sonhos, linda

      Eliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue