quinta-feira, dezembro 12, 2013

"A ROTA DO AZULEJO"

Em 20 de Novembro, isto é, no passado mês tive que ir a uma consulta de especialidade para ficar a saber aquilo de que já desconfiava: terei que fazer exame, de novo, porque o meu esófago "estava muito assanhado" por causa do refluxo  e, consequentemente, dos ácidos que saem do estômago .
 
Ora, aproveitando o facto de estar em Lisboa, decidi (re)visitar o Museu Calouste Gulbenkian. Só que quando lá cheguei, tive uma agradável surpresa :  exposição temporária , penso que até final de Janeiro 2014, sobre um tema  que muito me agrada : azulejos.
 
Claro que aproveitei o ensejo para me maravilhar com os belíssimos exemplares que  constituem a mostra, provenientes de vários países e épocas.
 
E, deve ser o meu sangue  mouro de raíz alentejana, a azulejaria árabe  deixa-me completamente fascinada!
 
A exposição intitula-se "O Brilho das Cidades. A Rota dos Azulejos" e pode ter visitas guiadas, que são sempre muito mais enriquecedoras, claro.
 
Eu fiz o disparate de entrar  pela porta junto à bilheteira, o que fez com que entrasse a meio da Exposição...
 
O bilhete simples  custa  cinco euros, mas pode haver combinação com  o Museu e/ou com Museu e Centro de Arte Moderna, ficando mais económico. `Simplesmente é necessário ter tempo, coisa que eu não tinha, pois  também aproveitei para almoçar com uma afilhada minha, algo que não fazíamos há muito tempo.
 
Espero que vos tenha entusiasmado, porque realmente  vale a pena e, mais ainda, para quem admira esta arte.
 
 

42 comentários:

  1. Por aqui encontro muitos azulejos e também alguma admiração das gentes por eles, pois como além de nós também os holandeses ocuparam esta região e eles tinham também apreciação pela azulejaria.
    Na sala de jantar da casa onde viveu Gilberto Freyre, está um magnífico conjunto que ele trouxe de Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Azulejaria é algo que admiro e aqui , nesta exposição, vi técnicas que desconhecia por completo.

      Temos azulejos lindos, mas os árabes, como os seus motivos geométricos e o seu colorido, fascinam-me por completo...até porque não são figurados.

      Beijinhos, meu bem

      Eliminar

  2. Aproveitaste bem o passeio.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, sim...Foi mesmo muito bom, rrss

      Beijinhos

      Eliminar
  3. eu também gosto muito dos azulejos portugueses...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já somos duas...

      Tudo de bom, rrss

      Eliminar
  4. Sem dúvida que será um exposição bem atrativa!
    Também adoro azulejos e já tenho prometido a mim mesma...
    uma visita ao museu do Azulejo...quando for a Lisboa!
    Portugal pode orgulhar-se dos seus azulejos!
    Tenha um dia bem BOM!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredita que , embora já tentasse, ainda não fui ao Museu do Azulejo em Lisboa?...

      Afinal, acho que o Santuário é o referido no post anterior, não é?

      Abraços para vós

      Eliminar
  5. Como toda a arte, uma marretada melhora-a, os azulejos não são exceção, uma boa martelada e ficavam... eternos, como os diamantes. bom pré fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PObres azulejos...ainda se fossem ceras criaturas que cá sei, rrrss

      Dorme bem

      Eliminar
  6. "No poupar é que está o ganho". Para quem não sabe, aos domingos a entrada é gratuita.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela informação, rrss

      Bom resto de dia

      Eliminar
  7. São lindos. Por aqui temos pouco dessa arte. Pena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro azulejos...desde sempre.

      Acho que aí ainda existem alguns exemplares.

      Bom domingo, Amiga

      Eliminar
  8. Já la estive e vale realmente a pena uma ida ao Museu Gulbenkian
    Tem um bom dia, amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom estarmos de acordo, Carlos.

      Dorme bem, amigo.

      Eliminar
  9. CTambém lá passei e confesso que esperava mais, mas eu sofro de deformação profissional, e creio que para a maioria das pessoas deve ser muito interessante.
    Cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que sim, que para quem seja crítico de Arte ou esteja dentro da área não seja assim tão rica quanto isso.

      Até eu esperava um pouco mais, mas sou leiga e acabei por achar que vale a pena ir visitar.

      Saudações

      Eliminar
  10. Bonita exposição!
    também gosto muito da azujularia, particularmente azul ...
    As melhoras...

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto de azulejaria não figurada , principalmente.

      Da azul, como não, se o azul é a minha cor de paixão?

      Mas a árabe com aqueles motivos geométricos são uma maravilha, realmente, que me deixam em fascínio!

      Abraços para vós

      Eliminar
  11. Que pena sinto, por estar tão distante... aprecio tanto, azulejaria!
    Beijos, São, obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se gosta , esta lhe iria agradar muito!

      Abraço grande, Lucinha

      Eliminar
  12. Vale sempre a pena, São, assim haja disponibilidade.
    Obrigado pela dica.
    (Também gosto muito de azulejos)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ver coisas bonitas é sempre agradável, rrss

      Abraços e volte sempre!

      Eliminar
  13. Boa noite, Neninha
    Em primeiro lugar deixa-me esclarecer: o meu blog faz anos (6) no dia 14 de Fevereiro próximo. Hoje nem ele, blog, nem eu, nem ninguém da minha família :)))
    Tens que ter cuidado com esse esófago, antes que te dê problemas sérios. Eu também tenho esofagite, ao que parece provocada pela hérnia hiatal...
    Temos que nos cuidar...

    Parece que é uma característica portuguesa gostar de azulejos... Eu também gosto muito. Como "santos da porta não fazem milagres"... ainda não fui ver essa exposição. E da minha casa à Gulbenkian são 10 ou 15 minutos... Uma vergonha! :)

    Uma noite feliz, querida. Até amanhã (novo post...)
    Beijinhos
    Mariazita
    (Link para o meu blog principal)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MInha querida, eu já fui para de urgência ao hospital porque desmaiei num restaurante por sangramento da hérnia do hiato. Consequentemente tive a ingrata experiência de ser entubada e permanecer horas numa sala a olhar para o tecto ,com outras pessoas mal de saúde .

      Um horror!!!

      Depois fiz , com anestesia evidentemente, clonoscopia e endoscopia.

      Aliás, um médico, amigo meu de Liceu, já me avisara há anos e à bruta :"Cuidado, que os ácidos estomacais podem fazer-te um buraco no esófago".

      Espero que nunca passes por esta mais que desagradável experiência, neninha.


      Minha linda, vai ver que está muito boa e se te puderes integrar em visita guiada, melhor(eu não pude).

      Bons sonhos, meu bem, rrss

      Eliminar
  14. Olá, São!

    Uma tarde bem passada, para esquecer esse malandro do esófago.Também tenho um exame desses para fazer, por outra razão, mas não me apetece nada...Antes contemplar bonitos azulejos, de que também gosto, e onde neste Portugal há tanto para ver.

    Bom fim de semana, com um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, Vítor, e o pior é que me queriam fazer o exame no hospital sem anestesia e passando lá o resto da noite entubada, imagina!!

      Eu , que não sou nada de chorar, já estava às lágrimas e disse-o ao médico . Nesse aspecto, tive muita sorte porque toda a gente que me atendeu foi uma simpatia e eu agradeci publicamente no facebook.

      Compreendo que não te apeteça, mas é melhor fazeres mesmo, amigo!

      Há ainda um sítio dedicado a azulejos que não consegui ver: o Museu dos ditos, Lisboa.

      Bons sonhos.

      Eliminar
  15. Obrigada pela sugestão, embora não tenha muita certeza de poder visitar a exposição - mas também gosto muito de azulejaria! :)

    Beijocas e bons sonhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que vais poder, pois estará lá até quase finais de Janeiro, linda!|

      Abraço grande e cuida-te, sim?

      Eliminar
  16. Sao Quando fomos em Portugal eu trouxe o numero da casa de azulejo. Mas ate hoje nao colocamos na parede. existe uma gaveta so de coisas de portugal que a gente nao da. mamae tem ciume.
    um grande abraço e feliz Natal
    com carinho sua ainda amiga Monica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas seria bonito ver esse azulejo colocado com o número da casa, rrss

      Um casal meu amigo tem casa de praia e eu lhe ofereci um azulejo branco e azul em que diz "Casa da Praia" e é tão gostoso chegar e vê-lo recebendo-nos na entrada,,,

      Minha querida, bom domingo para si e para os seus

      Eliminar
  17. Lindinha minha
    Eu gosto muito de Fado mas, tal como tu, prefiro o de Coimbra.
    Cresci a ouvir cantar o Fado de Coimbra (nasci na Figueira da Foz...).
    A minha Mãe cantava muitas vezes a Samaritana (na altura era proibido, ela cantava só em casa, claro!). Mais tarde aprendi a gostar também do Fado de Lisboa.
    O meu marido tinha uma voz muito bonita, e, juntos, cantámos muitas vezes (sempre Fado de Coimbra) especialmente quando estivemos em Cabo Verde.
    E quando trabalhei na radio, como locutora (em Moçambique) o director de lá queria que eu cantasse nos programas de variedades que muitas vezes apresentávamos, mas eu nunca quis. Falar ao microfone é uma coisa, cantar era outra!!!

    Bom Domingo, querida neninha.
    Beijinhos
    Mariazita
    (Link para o meu blog principal)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, neninha, então não cantaste ?! Mas devias ter cantado, querida!
      Se, ainda por cima, tinhas como marido alguém que também cantava bem, ainda mais, rrss

      Do fado de Lisboa , gosto de alguns...Adoro "Povo que Lavas no Rio", gostava muito de Fernanda Maria e de Manuel de Almeida(ainda os ouvi ao vivo, felizmente),, por exemplo.

      Bom serão, amiga

      Eliminar
  18. Mi muy querida amiga Sao.

    Como siempre es un placer visitarte y ahora , con el bello arte que exhibes, me lleno de regocijo.

    Abrazo inmensooo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muchas gracias pelo apreço, meu estimado amigo.

      Bem hajas!

      Eliminar

  19. Querida São

    Muito obrigada por nos trazer esta informação e as suas impressões. Quando for a Lisboa verei se dá para lá ir.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que irá gostar, mas não esqueça de que acabou de ler a opinião de uma leiga, rrrs

      Bom domingo, minha amiga

      Eliminar
  20. Que lindos!!
    Adoro azulejos!!
    Encontramos aqui no Brasil em prédios antigos, centenários azulejos, importados de Portugal, que são verdadeiras maravilhas.
    oena que tenham saído de moda e os modernos estão longe de nos encantar.
    As coisas bonitas nunca deviam sair de moda.
    Beijos.
    Lenora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, ainda bem que gostou.

      penso que iria apreciar muito esta mostra.

      Abraço apertado com votos de alegres festas, Natal com paz e amor e um 2014 excelente em companhia de quem (a) ama!

      Eliminar
  21. Me ha costado encontrar tu blog. El Google + me vuelve loca: no lo comprendo y creo que no lo voy a comprender durante mucho tiempo. A mí también me encantan los azulejos y sí, creo que va a ser cosa del Alentejo. Espero que te hayas mejorado de tu dolencia. Un abrazo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muchas gracias.

      También me vuelvo loca com el Google + y no lo compreendo, no ...

      Vuelve sempre.

      Fiestas felices e precioso 2014.

      besos

      Eliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue