quarta-feira, fevereiro 02, 2011

cat stevens Wild World





Cat Stevens um excelente cantor  que, após se converter ao Islão, teve problemas graves no democrático Ocidente - chegando a ser impedido de entrar nos EUA.

O mundo continua selvagem, mas quando se vê o povo nas ruas a lutar pelos seus direitos...a esperança renova-se.

42 comentários:

  1. Sim, Amiga querida, a esperança renova-se e o coração aquece.
    Os egípcios têm dado lições de civismo e bom senso. Um exemplo a observar e aprender. O exemplo de Cat Stevens mostra-nos que é tempo de deixar ideologias xenófobas e chauvinistas para trás e começar a compreender que vivemos todos num só mundo, com muitas nuances e coloridos.

    Um grande e forte abraço e

    Viva a Liberdade!

    ResponderEliminar
  2. Ah! esqueci antes

    Adoro o ursinho dizendo que adora que eu comente.

    hehehe

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Gosto de Cat, do texto e de quem luta por liberdade!

    Luiz

    ResponderEliminar
  4. de facto querida Amiga, as palavras são mesmo uma faca de dois gumes.
    cada um de nós larga-as no mundo com o seu próprio sentir...
    cada um interpreta-as conforme o seu estado de espírito do momento...
    e por vezes o resultado é arrasador
    tudo parece e muitas vezes é mesmo...irreversível!

    Cat Stevens..., adoro, desde sempre!
    Faço minhas as palavras sábias de ManDrag, com o devido respeito!
    e quero acreditar que não é irreversível o processo dos dramáticos acontecimentos dessas regiões...
    quero acreditar, mas lá muito, muito no fundo do meu acreditar.... hummm...., não sei não....

    beijos, Amiga linda, obrigada pelo teu passarinhar constante lá pelos meus cantinhos.

    ResponderEliminar
  5. Gosto ainda mais deste senhor, depois do que escreveu. Desconhecia.

    Um gde beijinho, minha doce mamã, e que o mundo venha a ser o reflexo da sua luta interior...dos seus sonhos.
    Estaríamos bem melhor.:)

    ResponderEliminar
  6. É verdade, São. A esperança renasce embora o receio da ganância do poder nos assuste.
    Cat Stevens levou-me à minha adolescência.
    Um grande beijo.

    ResponderEliminar
  7. Amiga,
    Nem imaginas o medo que eu tenho destas revoluções em países islâmicos.
    Se em vez de uma democracia se instala aí um Governo Religioso-Radical temo que os Egípcios não fiquem nada melhor. Os estadistas é que não deveriam eternizar-se como se fossem Monarquias.

    Veremos no que isto vai dar.

    Por mim gosto do Cat Stevens anterior à sua conversão. Depois... desconheço-lhe o rasto e as mensagens.

    ResponderEliminar
  8. ¡Qué bueno recordar a los inolvidables!
    Besos, querida amiga.

    ResponderEliminar
  9. E Cat Steves merece um mundo melhor, assim como todos nós, ou pelo menos, muitos de nós!
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Mas hoje depois daquela entrada criminosa de polícias à civil e com a cobertura do exércioto na Praça onde ainda não houvera distúrbios alguns, deixame deveras preocupada.

    E veremos o que irá dar. Mubarak até Setembro? A Irmandade Muçulmana tem razão: como crer que fará em oito meses o que não fez em trinta anos?!

    Seria bom que a lição de Stevens frutificasse.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Estamos ambos em acordo, LUIZ

    ResponderEliminar
  12. Meus ENCANTOS, pois nada tens a agradecer, mas se retribuires....fico feliz, rrss

    Seja qual for a escolha nós teremos que viver com ela, pois assim é a Democracia. E toda a gente afirma que quer aquela zona democrárica- Só que depois do que fizeram na Argélia, onde os muçulmanos ganharam as eleições...nem eu nem os ditos acreditam muito que seja verdade que queiram a democracia!

    Gostei da tua reflexão acerca das palavras.

    Beijinhos, linda

    ResponderEliminar
  13. Querida filhota, sózinha posso pouco...terá que ser quem veio após mim a tentar concretizar os ideias de paz, pão para toda a gente e liberdade.

    Um abraço apertado para vós, NININHA.

    ResponderEliminar
  14. Gosto que gostes.
    Abraço-te, FILOXERA.

    ResponderEliminar
  15. Não acredito em ditaduras.
    Não acredito nas democracias.
    Não acredito nas religiões.
    Já não acredito mesmo em nada.

    Ainda há bem pouco tempo saí duma ditadura e, ainda não vi despertar a democracia.
    Onde se teria escondido?
    Será que estaremos à espera que um Pastor venha dos "Montes Hermínios"?
    Temos cinco continentes, em que continente mora a democracia que tdos nós almejamos? Será no continente do Belmiro ?
    Veremos onde tudo isto vai parar. Parece-me bem que o Tanic está a afundar-se, o melhor será comçarmos a lançar as boias e arrear as balsas.
    Um beijo amigo. João

    ResponderEliminar
  16. Não sei se conseguiria acrescentar mais sobre o assunto, então, deixo um conselho que ouvi de um amigo do comando da Polícia Militar: ao perceber que um grupo de choque vem se aproximando CORRA!! Eles são treinados para bater para abater, sem olhar no rosto, sem medir altura. CORRA!!!
    Tomara que ao final dessas batalhas o poço não fique ainda mais fundo.Afinal, quem insuflou a passeata antes do Egito? Vamos relembrar: Cuba, Colombia, Haiti,Filipinas, Brasil...sentiu o cheiro de americanos? É o tal escrito por linhas tortas para chegar ao seu objetivo. Eles só não esperavam que durase tanto e que o Rosni fosse tão teimoso.

    Boa noite e bons sonhos.

    ResponderEliminar
  17. Um excelente cantor que desapareceu do meio.
    Cumps

    ResponderEliminar
  18. Olá, São!

    Pormenor extraordinário e revelador do mundo manipulado em que vivemos, para além de tudo o resto que se vai registando no Egipto e noutros países da região, o facto de, talvez pela primeira vez, se mostrar que o democrático e civilizado mundo Ocidental afinal tem apoiado e sustentado tantas ditaduras.
    Ditaduras encobertas, que só agora, que não dá mais para esconder, são chamadas pelo nome...
    Esperemos que tudo acabe em bem, de acordo com a vontade de quem tem o direito de decidir do seu destino.

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderEliminar
  19. O Ocidente é hipócrita e falso, Vítor.

    A Democracia só convém , nestes países, quando ganha quem interessa aos EUA.Veja-se o que aconteceu na Argélia há anos atrás.

    Israel construiu-se sobre actos de barbaridade dos judeus e conserva-se à custa de actos selvagens dos mesmos judeus sobre os palestinianos, mas é considerado democrático e um aliado fundamental.

    Que merece até que os povos vizinhos vivam sob ditaduras intocáveis para que os pobres israelitas e nós estejamos descansados.

    E tudo isto está a feder. Porque até os jornalismo acéfalo não tem a coragem de chamar as coisas pelo nome nem de analisar as situações.

    Só ontem , ao fim de trinta anos,é que ouvi na televisão portuguesa designar Mubarak por ditador.

    E esta noite , com toda a importância do que aconteceu durante o dia no Cairo, todas as televisões portuguesas ( incluindo as de cabo) preferiram dar telenovelas e analisar o jogo Porto(0)-Benfica(2), em programs que duraram, no mínimo, sessenta minutos.

    Pobre país este!!!!

    ResponderEliminar
  20. Não tanto, GUARDIÂO.

    Ele recomeçou a compor.

    Saudações.

    ResponderEliminar
  21. Ai, minha amiga CLARICE, esta infãmia de dois pesos e duas medidas e não olhar a meios para atingir os fins, acabrá por custar caro aos tiranetes , incluindo aos imperialistas EUA.

    Ninguém pensou que a partir da Tunísia , a rebelião alastrasse desta maneira e , ainda menos, que todos governantes da região tenham já feito mais alterações do que em muitos anos.

    Dorme bem.

    ResponderEliminar
  22. Amigo JOÃO, eu crer piamente...também não creio.

    Agora o que acho é que a hipocrisia reinante tem que acabar. Se os egípcios votarem e a Irmandade Muçulmana ganhar, os EUA só t~em que aguentar, nada mais!!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  23. São,

    Adorei a lembrança de Cat Stevens e as suas palavras:

    "O mundo continua selvagem, mas quando se vê o povo nas ruas a lutar pelos seus direitos...a esperança renova-se."

    Sim...É verdade amiga.

    Carinhoso beijo.

    ResponderEliminar
  24. O gato stevens é inglês, é natural a animosidade americana. bfds

    ResponderEliminar
  25. ... creio que nasceu em Londres.

    ResponderEliminar
  26. Inglês?!
    Sempre pensei que era dos EUA, até porque li isso num lado qualquer.
    Agradeço a informação e vou emendar o texto.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  27. Sarinha, que a esperança não seja afogada em sangue, como receio que vá acontecer ainda na Terra Negra.

    Um abraço apertado.

    ResponderEliminar
  28. DEves ser da minha geração, rrs Cat era um sucesso

    Esperemos GRAÇA que tudo decorra o melhor ossível, embora partilhe os teus medos.

    Beijo-te, GRAÇA.

    ResponderEliminar
  29. TITE, minha amiga, Yusuf(nome islâmico de Cat )dedica-se a trabalho filantrópico e a promover a paz.

    Embora também receie o extremismo islâmico, se essa for a vontade dos egípcios só temos que a aceitar!Pelo menos será, um regime escolhido por eles e não o imposto pelos EUA. Para mim, não há diferença nenhuma entre uma ditadura laica e uma ditadura religiosa.

    Porém, não creio que queiram mudar uma ditadura por outra.

    Beijinhos ilones.

    ResponderEliminar
  30. Gosto que seja de teu agrado, meu querido PEDRO.
    Ben hajas!

    ResponderEliminar
  31. Que venha esse mundo melhor, meu querido SERGINHO...e que acabe por ir até à Terra Negra

    Abraços.

    ResponderEliminar
  32. Olá, nena querida
    Gosto de Cat Stevens.
    Tem canções lindas, canta muito bem, e com uma voz muito clara e límpida.
    Este vídeo é fora de série!

    Todas as religiões são boas desde que não levadas a extremismos.
    O que me preocupa em relação ao Egipto é que a Irmandade Muçulmana possa sair reforçada, pois como muito bem sabes, são dum fanatismo horrível.
    Oxalá tudo se consiga resolver ordeiramente e em paz.

    Beijinhos doces para a nena mais linda do mundo!!!

    ResponderEliminar
  33. ...que tenciono divulgar mais

    Tudo de bom mo cher.

    ResponderEliminar
  34. Nena minha, eu também preferiria que a Irmandade Muçulmana não substituísse Mubarak, mas se essa for a vontade dos egípcios só temos que a aceitar.

    No entanto, não me parece que queirem substituir uma ditady«ura por outra.

    Beijinhos, linda.

    ResponderEliminar
  35. Preciosa Amiga Admirável:
    Deve ser uma pessoa encantadora, pela sua luta em prol da justiça, contra todos os tipos de atentados à liberdade pessoal, social e humana.
    É gigante de deslumbre. O que cria fascina todos.
    Bem-Haja, perfeita amiga.
    Cat Stevens também fez parte da minha geração e sabia do acontecido que narra com encanto.
    Parabéns.
    Abraço amigo de muito respeito.
    Sempre a admirá-la

    pena

    É talentosa e genial.
    Um Post pertinente.
    Bem-Haja, extraordinária amiga linda.
    Adorei. É majestosa no que "constrói" com dedicação e empenho.
    Com oportunidade gigante.
    Fantástica.

    ResponderEliminar
  36. Não tenho como lhe agradecer a amabilidade que sempre tem para comigo.

    Bem haja, carissimo amigo meu.

    ResponderEliminar
  37. Muito oportuna esta recordação.
    Bom fds

    ResponderEliminar
  38. é verdade, irmã...
    cat stevens fez parte dos "nossos cerscimentos" - o "gato esteves", como dizíamos...
    beijinhos
    (a minha filhota teve um acidente a semana passada, mas está bem, só que nem tenho andado por estas bandas...)

    ResponderEliminar
  39. Oh,minha querida, imagino o susto...mas ainda bem que não foi nada de grave.

    Sim, o Gato era um sucesso.

    Beijinhos, maninnha.

    ResponderEliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue