domingo, novembro 09, 2008

PERPLEXIDADE

Alguém me consegue explicar convenientemente o motivo que levou o Governo deste país, que é o meu, a nacionalizar o Banco Português de Negócios?!
É que, naturalmente por burrice minha, não entendo a razão que determina a assunção das consequências de uma gestão duvidosa em alta escala numa época de crise grave.
Não há dinheiro para o necessário e assumem-se os prejuízos de uma instituição bancária falida por culpa própria?!
Será que é por tantos políticos dos dois Partidos de poder terem ligações ao BPN?!
Esclareçam-me, sim?

82 comentários:

  1. São

    Tudo isso tem explicação!... Onde passam fortunas, há sempre mãos largas, para dar uma mãozinha em tempo de vacas mais magras!...
    Quanto ao resto, pode ser uma questão de opinião, ou maneira de ver as coisas!

    Daniel

    ResponderEliminar
  2. Obrigada!
    Mas que tristeza eu sinto por saber que tem razão...
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  3. A explicação? Os "homens que mandam" depositavam seus mealheiros lá. Será????

    bom domingo, que por cá nem chove nem faz sol

    ResponderEliminar
  4. Pois, parece que sim...
    feliz semana.

    ResponderEliminar
  5. Ó São - tadinhos - estão pobrezitos. E o governo, socialista como é, tem que dar a mão aos necessitados. Não entendes isto? Ai, mulher...tão simples, tão simples... ;)
    Beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
  6. Pois é, minha flor, sou burrinha...
    A crise é mesmo só para eles, pobrezinhos,claro!
    Feliz semana.

    ResponderEliminar
  7. São, tens 59 anos...e ainda te deixas surprteender por atrocidades destas?!

    LUIZ

    ResponderEliminar
  8. No conozco los motivos, a España no han llegado, pero, me temo, que esta crisis sirve para que todos paguemos el enriquecimiento de unos pocos en estos últimos años. Los políticos, al rescate de los de siempre.

    ResponderEliminar
  9. Olá,

    Explicar o inexplicável?

    Uns fazem um gestão danosa é crime, outro fazem o mesmo e é normal…



    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Tens razão, meu estimado PEDRO.
    O drama é sempre isso uns enriquecem e outros pagam os prejuízos.
    Besos.

    ResponderEliminar
  11. TONY MADUREIRA
    Bem vindo.
    Concordo consigo; dois pesos, duas medidas!
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  12. São
    Como seria bom que o povo entendesse ou tentasse ao menos entender, os porquês destas trafulhices, destes roubos descarados ao erário público, mas o povo não pensa nem acredita, e até dirá que não tem dinheiro naquele banco, não é nada consigo.
    Que fazer, amiga, é preciso não deixar que as crianças adormeção ao som deste sistema, bafiento.
    Abraço

    ResponderEliminar
  13. Há coisas que é melhor nem tentar entender, não vá a pressão arterial subir por aí acima, e depois PUM!
    Boa semana
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  14. POESIA NO POPYLAR
    Isto já passa do descaramento para o outro lado e a passividade das pessoas também já me irrita,sabes?
    Feliz semana.

    ResponderEliminar
  15. ZÉ POVINHO
    O pior, caro Zé, é que a mim a tensão também se alvoroça mesmo quando fico sem saber lá muito bem o que se passou...
    Feliz semana.

    ResponderEliminar
  16. LUIZ
    E espero continuar com esta capacidade de me indignar até morrer!!
    Fica bem.

    ResponderEliminar
  17. Yo lo único que entiendo que siempre nos toca pagar a los mismos las crisis, porque siempre vivimos y hemos estado viviendo en crisis... el dinero... para ellos, como siempre, no importa quien pero para "ellos"
    Petonets
    Encarna

    ResponderEliminar
  18. São
    Claro que é por os dois partidos do poder estarem envolvidos que uns fazem a gestão danosa e os outros pagam.
    Mas a falência teria sido bem pior.

    Beijos, querida

    ResponderEliminar
  19. Fã do Porto?
    cruzes, canhoto!
    Vê os meus linques!

    Nacionalização? Carambita! o Cadilhe deu cá um empurrão!!!

    ResponderEliminar
  20. xará, esclarecimentos políticos nestes dias e nesta terra abençoada...
    lolololololol
    são coisas deles, dos "vampiros do poleiro"...
    beijinhossssssssss

    ResponderEliminar
  21. JESUS Y ENCARNA
    Desgraçadamente, niña, hã sempre uns !eles! que se fartam e nos tiram tudo...
    Feliz semana.

    ResponderEliminar
  22. SILÊNCIO CULPADO
    Achas , Lídia?
    Neste caso específico, não sei.
    E assim continuamos..já não chegava o Jardim Gonçalves!
    Mas que anda a fazer o Constâncio?!
    Um abraço, amiga.

    ResponderEliminar
  23. FRANCIS
    Já vi:Ai os meus perdões!!!
    E boa sorte para amanhã na Taça!
    E que venças o Porto na Final!!

    O Cadilhe?Ainda tenho memória do despudor dele em receber subsídio de casa enquanto Ministro!!

    Feliz semana.

    ResponderEliminar
  24. GAIVOTA
    Só que eles vampirizam tanto, que não há sangue nem dinheiro que chegue, bolas...
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  25. a socialização do prejuízo é um costume antigo, querida amiga, praticado em muitos países. Em tempo de vacas gordas, ou seja, de altos lucros, o povo em geral não sente nem o cheiro destes resultados.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  26. Não te sei explicar o que não tem explicação, isto é: a razão de tanta trafulhice "consentida"...
    Quanto à nacionalização a única explicação que entendo é que estavam em causa as poupanças dos depositantes... Se eu tivesse dinheiro nesse banco também gostava que o governo o acudisse...
    Beijos São.

    ResponderEliminar
  27. -Talvez por estarem lá enterradas avultadas verbas da Seg. Social, o que configura mais um resgate de depósito do que propriamente uma nacionalização, operação bem onerosa por sinal. A questão que deve colocar, para a qual não encontro resposta, é que diabo fará o dinheiro da Seg. Social aplicado no pior banco português? Para mais quando existe uma CGD de capitais públicos, que não defendo, o que não vem ao caso, mas a realidade é que existe!

    ResponderEliminar
  28. *
    sabes os governos
    de todo o mundo,
    mesmo aqueles mundos que
    não conhecemos, têm um cofre,
    a que chamam o cofre dos segredos,
    onde estão os nomes dos homens
    maus que roubam o povo,
    é assim uma espécie de um curso,
    de doutoramento e ficam a
    pertencer a uma casta, onde
    vão recrutar os politicos, os
    administradores, os assessores,
    e outras dores do povo,
    as chaves passam de PR para PR,
    e se alguem do povo possuir
    alguma prova, aparecem uns senhores parecidos á CIA, KGB,
    MOSSAD, M-14, guarda-rios,
    guarda-florestal e os carabi-
    neiros, que é um bom marisco,
    com umas ameaças, que são segredos
    da nação, é top-secret, se queres
    vêr o gouxa na TVI cala a boca,
    ,
    olha,
    conchinhas em titulos,
    ,
    *


    ,
    passam

    ResponderEliminar
  29. Esta trapalhada chegou longe demais, e para não se agitarem muito as águas fétidas das negociatas escuras, a melhor solução política foi a nacionalização dos prejuízos. Culpados? Isso é que era bom, foram todos muito bem comportados, parece que mauzinho mesmo neste país, só o Vale e Azevedo, que agora virou o bombo de todas as festas.
    Cumps

    ResponderEliminar
  30. Sem comentários......
    Não tem explicação:(
    Jinhos mil

    ResponderEliminar
  31. Minha amiga linda! Quem entende as razões das atitudes desses políticos? É incrivel, mas todos fazem igualzinho, quando assumem o poder.
    Boa semana! Beijos

    ResponderEliminar
  32. .querida São




    .atiram estes nº para os olhos "turvos de cansaço" dos portugueses


    "2450 milhões de dívidas do Estado vão ser pagas a curto prazo

    O Conselho de Ministros de 2 de Novembro aprovou medidas para o pagamento, a curto prazo, de dívidas do Estado a empresas, no valor de 2450 milhões de euros, sendo 1200 milhões de dívidas da Administração Central, e 1250 milhões da Administração Local.

    O Ministro de Estado e das Finanças, Teixeira dos Santos, declarou que as dívidas da Administração Central serão pagas «nos próximos três meses», e que as da Administração Local serão regularizadas depois de ouvidas as suas entidades representativas, para estabelecer a forma do pagamento.

    O Governo vai também propor ao Parlamento a nacionalização do Banco Português de Negócios, para assegurar o dinheiro dos depositantes.

    O BPN passará a ser acompanhado pelo Banco de Portugal, e gerido pela Caixa Geral de Depósitos".



    entender isto_____não me parece!!!


    mas esta frase entende-de ou será somente para
    ____subentender?!!!




    "O BPN É O BANCO COM LUGAR PARA TODOS________"!!!









    beijO___C___carinhO

    ResponderEliminar
  33. Ora São! Não entendes mesmo ou não queres entender? Então é de agora que quando as coisas correm mal para os lados do "pessoal" que se abastece do poder, alguém vem e passa uma esponja sobre o assunto?
    Verás que depois das conclusões sobre tudo o que de mau se passou, os responsáveis ainda receberão indemnizações e sairão do processo como as vítimas da crise...
    Quando há muito dinheiro, esta rapaziada pensa que tudo lhes é permitido e vai daí, é gastar e investir, pelos vistos mal, que é para dar a sensação que estão a fazer alguma coisa...
    Neste caso, parece-me que ainda faltará explicar muita coisa, e muita coisa ainda virá ao de cima...
    A nacionalização? Até acho bem porque o Zé Povinho não pode sofrer as consequências de uma gestão desastrosa e estes "gestores" já foram (ainda são, não são?), empregados do Estado. Agora que as responsabilidades têm de ser apuradas, lá isso têm... ou teriam, se é que vão, ou os culpados não seremos todos nós?
    Não foi há tempos que se descobriu que o filho de um banqueiro devia... milhões???
    Que se passou desde então sobre o assunto?
    A "trampa" é sempre a mesma as moscas é que vão mudando!!! Fosses tu ou eu e havias de ver aonde já estaríamos????
    (Desculpa o termo empregue mas o outro era pior)
    Uma boa semana
    Um abraço
    António

    ResponderEliminar
  34. São:
    Ontem foi a minha audiência do processo que movi contra o meu editor que me deve muito dinheiro, mas caí em contradição, estou péssima. Dormi até a 1 e meia de amanhã, levantei-me e tomei uma dose considerável de barbitúricos para dormir. Como não consegui, fiz um post. Gostaria que fosse apreciá-lo. É uma maneira de ter os amigos perto de mim.
    Um beijo,
    Renata

    ResponderEliminar
  35. Salve! Querida São
    Uma mão lava a outra, pois comem as duas do mesmo saco.
    E mais não digo.
    Beijão, minha irmã-de-coração.
    Salutas!

    ResponderEliminar
  36. É claro que não é aqui que cabe grandes explanações sobre tão triste assunto. Deixo apenas uma figurada balança com dois pesos: de um lado a nacionalização (que não é...) disparatada e absurda e, do outro, aquela senhora solteira que, de tanto hábito, sempre teima em morrer solteira. Pela parte que me toca, dou de barato essa palhaça nacionalização. Prefiro que entreguem os salteadores ao carrasco!

    abraços!

    ResponderEliminar
  37. São!
    Perplexa estou.
    não tenho muito este hábito, mas estive a ler os excelentes comentários deixados neste post! parabéns a todos e ajudaram-me a tarefa, pois não saberia muito bem como fazê-lo... isto é mesmo um "portugal dos pequeninos" :(

    São, :) = sorriso alegre/amigo/feliz/...

    boa semana
    um sorriso :)
    mariam

    ResponderEliminar
  38. são! a corrupção chegando aí também. aqui rola solta a sacanagem com o povo. político é tudo igual.
    com certeza alguém levou vantagem com essa venda, alguns andam rindo à toa.

    uma bela quarta-feira prá ti e mil beijos de arco-íris.
    Cleo

    ResponderEliminar
  39. OLIVER P
    A isso chamo eu falta de ética e vergonha.
    Um abraço grande, Oliver.

    ResponderEliminar
  40. GRAÇA PIRES
    Quanto aos trabalhadores e aos depositantes, compreendo.
    Mas Constâncio deveria ter actuado antes!! E com Jardim Gonçalves (tão católico, tão endeusado) , também!!!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  41. ANTÓNIO DE ALMEIDA
    É por esta verticxalidade de dizer o que pensa assim, que o qprecio, embora eu seja de Esquerda e António, se não erro, de Direita.
    Ah, e concordo: também não percebo essa coisa disparatada de não se utilizar a Caixa, já que aí a temos.
    Bem haja!

    ResponderEliminar
  42. POETA EU SOU
    Descobri que , além de bom poeta, és um excelente contador de estórias!!Lamentável que esta seja tão triste...
    Um montão de esperanças em falência, amigo.

    ResponderEliminar
  43. GUARDIÃO
    Mas isso é só porque está em Inglaterra, se voltar tudo passa...
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  44. MARIA CLARINDA
    Não tem explicação?!
    E é o nosso dinheiro que anda a suportar vigarices e fraudes com a conivência de quem nos deveria defender?!
    Um abraço grande.

    ResponderEliminar
  45. OLHOS DE MEL
    Amiga, será que eles são clonados de uma forma única fabricada no inferno?!
    Um abraço, apertado.

    ResponderEliminar
  46. Tema dificil mi muy querida Sao.

    Suceden a ratos cosas inesperadas sobre las que no tenemos ningun control. Y este mundo esta convulsionado y empezo cerca de Wall Street.

    Un abrazo con mucho aprecio

    ResponderEliminar
  47. São
    Não entendo, não quero entender... a única coisa que quero saber é quem vai parar à cadeia?
    Depois da história da "teia" não me interessa mais nada, porque como diz o ditado popular... "tão bom és tu, como tu, vê lá tu"!
    Mas depois das explicações esfarrapadas do VC no parlamento ontem, já não digo nada.
    Cadeia com eles.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  48. Será difícil esclarecer o oculto...

    Beijinho doce São

    ResponderEliminar
  49. São minha amiga:

    Parafraseando-a:"vim aqui para lhe comunicar, o quanto estou de acordo com o comentário deixado no Eréctico!" Não podia estar mais certa e para bom entendedor/a....

    Agora quanto ao que aqui referesobre o B.P.N. como diria alguns membros do governo eleito por todos os portugueses - menos eu que há anos quenão voto - "o que é que tem?. Não vejo onde esteja o mal?!" e ainda uma outra frase que me deixou extasiada, por jamis esperar que alguém preferisse algo semelhante: "é normal que hajam fraudes"! - O que eu me ri a seguir....parecia ter ouvido uma anedota daquelas inteligentes que deixam qualquer um de boca aberta de tanto gargalhar!

    á imagem do mundo....já que todos somos o espelho und dos outros...este é o país que "merecemos".
    E eu detesto falar de política, ou outro assunto que desespera multidões...já lá vai o tempoem que andei é frente da polícia de choque, e a colar cartazes e desenhos em caixinhas de fósforos para angariar fundos para a CDE! Lembra-se? Depois do 1º...primeiro de Maio que foi a alegria total - já pareciam as eleições americanas de dia 4 - e porque sempre houve conhecidos, familiares e amigos dos amigos (parecia até o anúncio antigo do Porto Ferreira) em lugares-chave e multicôres Partidárias - sempre fui muito pluralista - mas para espanto meu, qual criança a quem prometeram mundos e fundos que depois "por razões que a minha razão desconhecia até então" ...deu em nada! o meu "sonho português" tinha acabado ali...afinal todos pensavam e/ou agiam de igual maneira - embora uns, mais iguais que outros, entenda-se!

    Portanto, e como esta época é de vir á LUZ tudo o que é sombrio...aqui estamos nós, "ouvindo e lendo....não podemos ignorar!"

    Abraço de sempre

    MAriz

    ESPAVO! - como em MU

    ResponderEliminar
  50. Ai, como eu gostaria de me conseguir desligar de tudo. Ando a ver se consigo estar uma semana sem ver noticiários nem jornais nem revistas!!
    Como diz, politicamente o primeiro 1º de Maio foi é uma memória guardada no fundo da alma. Actualmente , é a "apagada e vil tristeza" camoniana!
    Mas que a Humanidade avançará de qualquer modo, não tenho dúvidas, não!!
    Um abraço grande, amiga.
    Namasté!

    ResponderEliminar
  51. Errata:

    JAMAIS e PROFERISSE! (entre outras gralhas)

    O computdor esteve do estaleiro mas como ouço dizer no que concerne aos automóveis, quando nos chegam á mão,trazem sempre mais outra doença qualquer, para lá voltarem novamente...

    Depois, escrevo depressa e nem sempre pressiono as teclas convenientemente...ou, por outro
    lado, esborracho duas de uma vez só e metem-se letras a mais nas frases....

    enfim...uma borrada só!

    pEÇO DESCULPA MAS NÃO TENHO PACIÊNCIA PARA REVER OS MEUS COMENTÁRIOS.

    aBRAÇO
    Mariz

    (agora por exemplo passou para maiúsculas....é o que se vê)

    ResponderEliminar
  52. MEU DOCE AMOR
    Olhe que nem acho muito complicado, não...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  53. MARIZ
    Não se preocupe com gralhas, que também as faço...
    Fique muito bem neste resto de tarde.

    ResponderEliminar
  54. MEG
    Não, linda, ninguém vai parar à cadeia, não.
    Ou então iriam todos, pois segundo ouvi a Louçã naquela interminável sessão, todo o bloco central está metido no assunto.
    E quantos mais estarão ainda encapotados?!...
    Fica bem.

    ResponderEliminar
  55. RICARDO TRIBIN
    Tens razão, mas neste caso o Banco de Portugal deveria ter tido atenção aos sinais( e foram muitos...) , actuando em conformidade. E, além disso, é o segundo Banco numa ano a ter problamas graves de fraude.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  56. BETTY BRANCO
    Talvez seja para subentender, sim.
    Eu sinto-me muito desiludida com a situação, com este desmoramento de ética, de valores, de responsabilização.
    Um abraço, querida.

    ResponderEliminar
  57. ANTÓNIO INGLÊS
    Amigo, sei que a tua análise é certeira, mas esta realidade que se arraata desde o início da nacionalidade , já não a consigo suportar!!
    Creio que estamos na idade escura que precede a transição e que todas as antigas culturas profetizam, sabes? Mas isso não impede a pena de assistir a tão grande degradação de valores.
    Beijinhos, Tonico.

    ResponderEliminar
  58. RENATA CORDEIRO
    Já fui dar meu aconchego para que se sinta melhor.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  59. MANDRAG
    Tudo isto me nauseia!!!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  60. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  61. TINTA PERMANENTE
    O caos se aproxima cada vez mais e raras pessoas se apercebem.
    Saudações.

    ResponderEliminar
  62. MARIAM
    E a culpa dessa pequenez não é também nossa? Acho que sim.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  63. O PUMA
    Abanca, sim, mas não no banco onde deveriam sentar-se todos: o dos réus!!
    Abraços.

    ResponderEliminar
  64. CLEO
    Infelizmente, estás certa!
    Uma vergonha!!
    Abraços, zogia.

    ResponderEliminar
  65. FILOXERA
    Belíssimo e desde Afonso, o Primeiro!!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  66. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  67. Esse anónimo não sabe que somos injénuos até morrer? Há que acreditar que as coisas vão melhorar!

    ResponderEliminar
  68. Pelos vistos , não.
    Gostei de a encontrar aqui.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  69. Minha senhora:

    A Burguesia inventou esta espécie de Democracia, para se servir dela!

    Quando não interessa, diz-se o dito por não-dito, com uma série de desculpas esfarrapadas... e quem paga... é o Zé.

    Desejo-lhe um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  70. são! vim deixar bons fluídos aqui, te desejar um fim de semana tranquilo e com esperanças.
    Um grande beijo no teu coração.
    Cleo

    ResponderEliminar
  71. Porque nos lugares de topo do banco vão os políticos quando saem da vida pública. Acabar com um banco significa menos postos de trabalho, salvo seja. bfds

    ResponderEliminar
  72. As lógicas da economia! Se um banco vai à falência fenecem muitos num efeito dominó! Se bancos morrem, a cadeia econômica provoca desempregos em massa. É o que está acontecendo aí nas "Zoropa" e nos "Esteitis".
    Por conta disso muito dinheiro segue caminhos escusos.
    Abração e boa semana.

    ResponderEliminar
  73. Gostei...tomarei a liberdade de ir passando pelo seu blog para ver as novidades

    bom domingo

    carla

    http://www.arte-e-ponto.blogspt.com

    ResponderEliminar
  74. VIEIRA CALADO
    Infelizmente, assim é : é o serviço público...deles.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  75. CLEO
    Agradeço e retribuo, zogia.
    Beijunhos.

    ResponderEliminar
  76. TÁXI PLUVIOSO
    Ironia certeira, essa.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  77. CLARICE
    Pois, os pretextos poderão ser bons, o pior é a concretização...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  78. CARLA SILVA E CUNHA
    É e será bem vinda tanto neste como nos outros espaços.
    Boa semana.

    ResponderEliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue