domingo, dezembro 14, 2014

QUADRA - ANTÓNIO ALEIXO



32 comentários:

  1. Concheco! Como continua atual este nosso Antonio Aleixo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente continua demasiado actual, sim !

      Boa semana

      Eliminar
  2. Respostas
    1. nenhuma, linda, nenhuma!

      Dorme bem :)

      Eliminar
  3. Era mesmo minha amiga!

    (eu perdi um tio e uma tia na semana passada...)

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abraço solidário e apertado nesta tão triste hora de perda, minha querida amiga !

      Eliminar
  4. O nosso Aleixo esteve no passado mas parece que continua a "viver" no presente...
    Bjo, amiga :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, Odete, parece que Aleixo e Eça , só para exemplificar, escreveram hoje de manhã sobre Portugal e a Vida.

      Amiga, excelente semana e um abraço grande :)

      Eliminar
  5. É tão certo, tão certo
    que é isso mesmo
    o que eu demonstro
    num meu triste conto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, os nossos posts estão em sintonia.Não surpreende, partilhamos o mesmo Caminho...

      Bons sonhos

      Eliminar
  6. Nunca vi frase mais certa...

    Beijos, querida São...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, a Morte é a única coisa certa para o ser humano!

      Aleixo, embora quase analfabeto, era um sábio.

      Beijinhos, muitos.

      Eliminar
  7. Não é interesseira, é implacável, a única coisa certa que todos temos na vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada há mais certo do que a morte, concordo totalmente.

      Boa semana, Pedro

      Eliminar
  8. Ah, bolas! e agora ver o Salgado sem dinheiro para comprar. boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um drama de fazer chorar as pedras, a juntar ao das manas , que têm que fazer bolos .

      Agora é que entendi porque t~em de ir para a Comporta brincar aos pobrezinhos , rrrssss

      Fica bem

      Eliminar
  9. Adorei e ainda bem que não é interesseira!
    Palavras sábias...bj amigo São!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria a desgraça total e ainda teríamos a Jonet e quejandas criaturas a culparem quem morria !

      Que a sua mãe continue recuperando, Maria da Graça, abraço para as duas

      Eliminar
  10. ~ Uma partida que calha a todos, independentemente da conta bancária...

    ~ O dom que tinha o querido e sagaz Aleixo, de evidenciar as injustiças da vida!

    ~ ~ ~ Grande abraço com votos duma semana agradável e aconchegante. ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aleixo é a prova de que não é instrução a fazer as pessoas inteligentes e /ou sensíveis, Majo, pois era quase analfabeto.

      Minha amiga, um enorme abraço grato e que sejas feliz :)

      Eliminar
  11. Ainda bem que a morte é democrática...
    Cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que actualmente é a única coisa verdadeiramente democrática ao cimo da Terra ...

      Saudações

      Eliminar
  12. Ricos e/ou pobres depois de mortos iguais no corpo (defuntos) diferentes na história...malditas diferenças e vil dinheiro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não entendo o fascínio provocado pelo dinheiro: ninguém o leva quando morrer !!

      Dá Poder, claro...mas é tudo vão.

      Fica bem

      Eliminar
  13. António Aleixo era um homem cheio de sabedoria. Gosto imenso das quadras dele cheias de lucidez e verdade. Como esta.
    Um grande beijo, São e desejos de um bom Natal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, que pena Aleixo não ter tido oportunidade de se instruir devidamente!!

      Num abraço carinhoso , agradeço e retribuo os teus getis votos, amiga :)

      Eliminar
  14. Ninguém pode comprar a morte... de contrário, só morreriam os pobres. E, por isso, não há mais nada tão democrático que a morte... eheheh...
    Tem uma boa semana, querida amiga São.
    E um FELIZ NATAL.
    Beijo.

    PS: não te disse nada acerca da publicação de um poema meu. Fica à vontade, não tens que pedir nada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez a única coisa democrática nos nossos dias e em todo o planeta seja mesmo a Morte, amigo !

      Num longo abraço, agadeço e retribuo o teu gentil voto de quadra festiva alegre, feliz natal e bom 2015 - junto aos teus.

      Obrigada pela autorização :)

      Eliminar
  15. Olá, São!

    Que todos sejamos iguais na morte, será como que a consolação, ou "vingança", dos pobres. Mas ainda assim poderá ser bem diferente a forma como se lida com ela, consoante se seja rico ou pobre...

    O antónio Aleixo não seria instruido e culto, mas era certamente um homem sábio e observador.

    Uma boa semana, com um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aleixo foi daquelas pessoas que , por ser pobre, não teve oportunidade de ter acesso a instrução e assim , como tantas outras, se perdeu quase por completo, desgraçadamente!

      A morte é , ao menos isso, democrática e incorruptível e nunca chega nem antes nem depois da hora.

      Grande abraço, amigo , e bom serão :)

      Eliminar
  16. E depois como ficava o mundo dos ricos sem terem pobres para escravizar?
    Uma boa semana, amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devoravam-se entre eles à maneira dos Salgados e Ricciardis, amigo !

      Obrigada , também para ti.

      Eliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue