segunda-feira, maio 10, 2010

ANIVERSÁRIO


Completas hoje trinta e oito anos.

A ti, peço desculpa pelos erros que cometi (como Freud constata, quem educa comete sempre erros. Quem tem que assumir a responsabilidade total...ainda mais.).

A Deus, peço que te ilumine!

NOTA: A foto é de Agosto de 1975, em Armação de Pera(Algarve).

52 comentários:

  1. Parabéns... em 75, estava praticamente ainda em lua de mel.
    Parabéns à mãe...que reconhece que não foi perfeita...nunca o somos.
    Muitos, e muitos anos de saúde, paz e amor.
    Forte abraço
    Mer

    ResponderEliminar
  2. Parabéns para mãe e filho. Cometes-te erros? Quem não os comete? É com os erros que crescemos e seguramente que ajudaram ainda mais a relação entre mãe e filho.

    Abraço grande amiga.

    António

    ResponderEliminar
  3. Mamã linda e filhote lindo!!!!!
    Parabéns ao filhote, mas tb à mamã, sem a qual esse sorriso não era possível.
    Adoro esta mamã...que é para mim um modelo em TUDO!
    beijinhos aos 2

    ResponderEliminar
  4. minha querida xará, a minha filhota Tânia, a mais velha, vai também completar 38 anos daqui a 1 mês...dia 3
    erros???,
    minha querida, quem não os comete!!!???,
    hoje mesmo, já "velhas", outros talvez, porque há ERROS que não voltarei a cometer...
    como te entendo!
    muita luz e paz para todos os nossos filhos e netos!
    parabéns à MÃE e à FILHA,
    à MULHER LINDA que tu és!
    vamos descobrindo muita coisa em comum, minha linda, e mesmo nos erros que reconhecemos ter cometido e na humildade de dizermos "desculpa" quantas vezes por desconhecimento e inexperiência...
    beijinhos imensos e grandes

    ResponderEliminar
  5. Seguro que fueron más los aciertos.
    Besos.

    ResponderEliminar
  6. ora, dos erros que crescemos e eles, os filhos, tambem e nesta idade ja devem saber disso. Se ainda não o reconheceram, permanecem errando, o reconhecimento só vira mais tarde então.
    Parabens

    ResponderEliminar
  7. que foto lindaaaaaaaaa!
    adorei!

    beijos e feliz aniversário pra ele e tudo de bom pra você

    ResponderEliminar
  8. Olá São!
    Se a dividir por dois já "custa", então por um ...a "carga" é a dobrar.
    Parabéns aos dois, e felicidades!
    Um abraço.
    Vitor

    ResponderEliminar
  9. Parabéns! A ele e a você. Não importa o tempo que passe, serão sempre crianças, pois não cansamos de buscar lembranças.
    Boa semana
    P.S.: Lê deixou um beijo para você. Vou encaminhá-la para cá.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada pelo beijo deixado no blog da Clarice; estou passando para retribuir e dizer que seu carinho muito me emocionou. Lê

    ResponderEliminar
  11. Cometer erros é normalíssimo; reincidir nos erros é que já é grave.
    E depois...os filhos quando nascem não trazem livros de instruções.
    Tudo o que lhes fazemos vamos aprendendo aos poucos. Daí...os erros, uma vez por outra.
    Mas... como boa filha que é, já te perdoou, de certeza :)

    Parabéns à lindona Mãe e à sua linda bebé, já mulher.

    Um abracito, nena, e um dia feliz.

    ResponderEliminar
  12. Será que Freud não cometeu erros? Qua atire a primeira pedra quem não os cometeu.

    ResponderEliminar
  13. Parabéns ao F. pelo aniversário.

    E especialmente; Parabéns a ti! Pela mulher que és e pela mãe que sempre soubeste ser!

    Quanto aos erros... já estarás redimida, pela verticalidade com que enfrentaste as consequências de erros que não eram tua responsabilidade.

    Um abraço apertado

    ResponderEliminar
  14. Beijo grande para ti!

    A foto está linda, o teu texto também, e o teu amor esse é imortal!

    Gosto muito de ti!

    ResponderEliminar
  15. Mucha..mucha felicidad mi querida amiga Sao.

    Y quien es perfecto para no cometer errores?

    Un abrazo y un beso bien grandes!!

    ResponderEliminar
  16. Os erros maiores nem foram os teus e mereces muito mais do que aquilo que recebes.

    LUIZ

    ResponderEliminar
  17. São-Mãe PARABÉNS!... pelo filho, que é/são o melhor do mundo (sinto assim...), pelo reconhecer que erramos - sinal que temos a humildade para lho dizer e corrigir.
    Parabéns ao teu filho.. muitos anos e bons.

    Abraço, zogia

    ResponderEliminar
  18. Querida MER, em 1975 as minhas poucas ilusões com o casamento já se tinham desvanecido - embora o senhor só arranjasse amante conhecida já na década de 80.

    E fiquei com um filho de dez anos para criar, cujo pai nunca lhe deu nada senão através de tribunal(onde chegou a discutir cinquenta escudos na pensão alimentar).

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  19. Querido Tonico, toda a gente comete, mas eu sou perita em Educação e, por vezes, acho-me a encarnação daquele ditado português que diz que há um espeto de pau em casa de ferreiro...

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  20. Minha querida NININHA, como posso agradecer-lhe essa sua amabilidade?

    Bem haja, linda!

    ResponderEliminar
  21. Xará do meu coração, nem sabes quanto gosto de que tenhamos tanto em comum!
    E, sim, que Deus proteja a nossa prole e sua descendência!

    E para ti, um enorme e apertado abraço, linda!

    ResponderEliminar
  22. Espero bem que sim, meu querido amigo.

    Besos, PEDRO.

    ResponderEliminar
  23. Muito Obrigada, MAR!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  24. Pois é, DONA!
    Infelizmente, o meu filho ainda não reconeceu nada de nada!
    Esperemos que faça o seu caminho...
    Um beijinho de agradecimento.

    ResponderEliminar
  25. Muito obrigada SERGINHO: eu também acho a foto linda, rrs

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  26. Obrigada , VÍTOR!
    De qualquer mod, mesmo enquanto o pai esteva em casa, e responsabilidade foi sempre minha, pois ele desautorizava-me. O que é péssimo.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  27. Linda CLARICE: sim, serão sempre as nossas crianças. E, garanto, se pudesse voltar atrás, voltaria.
    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  28. LÊ:
    Nada tem para me agradecer.
    Eu é que fico grata por sua vinda, esperando que se repita!
    Seja feliz!

    ResponderEliminar
  29. Minha querida nena, o meu filho não é bem o retrato fiel da educação que lhe dei, infelizmente.
    Para ti, o meu abraço grato...e felicidades para as tuas crianças todas.

    ResponderEliminar
  30. Carissimo JoÂo, claro que cometeu, mas ele disse isto no contexto seguinte:

    Uma senhora ao tomar conhecimento de que poderia traumatizar os filhos com o seu comportamento, perguntou a FReud qual a maneira de evitar erros da sua parte que prejudicassem as suas crianças.

    Ao que ele respondeu: MInha senhora, não se preocupe muito com isso, porque erros todos nós fazemos: se não de uma maneira, são de outra.

    Beijinhos, amigo.

    ResponderEliminar
  31. Obrigada, CARLOS:
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  32. Meu querido irmão-do-coração, se não fosse apoiada por ti ( e por mais algumas pessoas a quem também eternamente estou grata) acho que teria soçobrado sem grande esperança de salvação!

    Um apertado e saudoso abraço, MANDRAG.

    ResponderEliminar
  33. Meu querido KAPIKUA, obrigadíssima!
    E fico muito feliz por ser correspondida, pois também gosto imenso de ti e da maneira como abordas o mundo e os seus desvarios!
    Que Deus te proteja, meu amigo!

    ResponderEliminar
  34. Meu estimado RICARDO, erros toda a gente faz, claro. Mas quando se é profissional da matéria, é mais complicado assumir esses erros...

    Bem hajas, amigo meu!

    ResponderEliminar
  35. LUIZ, acho que sim, que talvez os maiores erros nem fossem meus e também estou crente de que mesmo os que realmente foram da minha responsabilidade não justificam de maneira nenhuma o comportamento de meu filho!

    Te agradeço o conforto.

    ResponderEliminar
  36. Obrigada, MAGY!

    Os filhos podem ser o melhor do mundo, sim.

    Que sejas sempre uma mãe feliz, zogia.

    ResponderEliminar
  37. Claro que cometeste erros (quem não os comete...).

    Mas até com os erros dos pais os filhos aprendem.
    Mas convém que não sejam graves...

    Querida amiga, ainda que com 1 dia de atraso, parabéns para ti e para a tua filha.
    Desejo-vos as maiores felicidades.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  38. O meu filho e eu agradecemos os parabéns .
    Quanto aos erros, pois agora já não se pode voltar atrás...

    Um abraço e gostei de te encontrar aqui.

    ResponderEliminar
  39. Também deixo os parabéns, aos dois, filho e mãe.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  40. Grata lhe fico!

    Acabei de sair de sua casa e adorei, mais uma vez, poder partilhar essa vossa relação linda.

    Um abraço para vós!

    ResponderEliminar
  41. Parabéns às duas.
    Beijo, São.

    ResponderEliminar
  42. "pela árvore se conhece o fruto..."

    (ou será o contrário?)

    expressiva foto.

    parabéns.

    beijo

    ResponderEliminar
  43. Meu filho e eu agradecemos, JENS.

    Que menino lindo era, em cima de uma cadeira! E gostei de saber mais de si.

    Uma noite serena.

    ResponderEliminar
  44. Obrigadissima.
    Para mim é uma das fotos de que mais gosto.
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  45. Parabéns para os dois.
    Bonita imagem... recordar é viver...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  46. Recordar é viver e mesmo que não queiramos acabamos sempre por trazer à memória momentos da nossa vida menos bons.
    Poucos muitos poucos são os "ninos"
    que reconhecem o quanto fizemos e lutamos por eles.
    Mas mesmo assim, como gostamos deles e quanto os amamos. Bicos
    sargentonoactivo@yahoo.com

    ResponderEliminar
  47. Agradeço, DUARTE.

    É bom ter , pelo menos, as fotos de momentos assim agradáveis.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  48. Caro ZÉ, infelizmente, sei dessa ingratidão por experiência própria.
    Mas, como bem dizes, continuamos a gostar das criaturas.
    Um abraço para ti.

    ResponderEliminar
  49. .

    p
    a
    r
    a
    b
    é
    n
    s

    .

    . porque sim!!! .

    . :) .

    . um beijo grande amiga! .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderEliminar
  50. Amigo, muito grata te fico.

    Bem hajas!

    ResponderEliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue