quinta-feira, janeiro 21, 2010

DIA MUNDIAL DA RELIGIÃO





Comemora~se hoje o papel das crenças religiosas na Humanidade.


Segundo o professor Moisés Espírito Santo , a religião cumpre três funções: criar comunidade, dar sentido à vida, regrar a sociedade.


Eu , tomando como pretexto a data, venho recomendar-vos vivamente "Religiões do Mundo - Em busca dos pontos comuns" do teólogo Hans Küng.


Pela sua abertura e pelo seu ecunemismo, o Vaticano proibiu-o de ensinar em 1979.


As fotos tirei-as em 8/3/2008 em Alcobertas e demonstram claramente como as diversas maneiras de viver a espiritualidade se fundem ao longo dos tempos.


Na primeira, vê-se do nosso lado esquerdo o exterior da anta que foi integrada como capela sob invocação de Maria Madalena na igreja matriz da povoação.


Nas outras duas está a passagem  interior para a dita capela e o altar da mesma.


Resta-me só reafirmar o meu total respeito por quem não crê, por quem tem dúvidas e por quem acredita genuinamente numa origem transcendental para o Universo.


Mas com uma condição: que respeitem o Outro e não tentem impor pela força o seu pensamento.

22 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Ainda há dias para tanto Dia?

    Quanto ao livro, apoio a dica.

    LUIZ

    ResponderEliminar
  3. Espero que los que creen se den cuenta en un día así de que no pueden imponer sus creencia a otros ni juzgarlos por no creer lo mismo que ellos.
    Besos, querida amiga.

    ResponderEliminar
  4. É verdade se todos nos respeitasse-mos seria bem mais fácil a convivência, somos todos iguais e diferentes ao mesmo tempo, cada um de nós tem a sua verdade e quem tem razão, não faço ideia
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Muito bem

    Oremos pois

    Bjs minha querida

    ResponderEliminar
  6. O essencial é o respeito e o AMOR.
    Assim sendo, benfica ou sporting tanto faz...sejam respeitosos e amem-se uns aos outros...
    Bjs.sinceros
    Mer

    ResponderEliminar
  7. O problema está mesmo no último parágrafo..

    ResponderEliminar
  8. o que menos sinto é respeito dos outros... nem por si próprios!
    é um atropelo constante, imposições desenfriadas que sucedem momento a momento, é prepotência e sem regras...
    xará, quantas vezes apetece desistir!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Amen, querido PEDRO.
    Abrazos,

    ResponderEliminar
  10. Talvez todos tenhamos razão em determinados pontos, não é?
    Abraço-te, LUNA.

    ResponderEliminar
  11. Querido PUMA; rezemos por paz e harmonia.
    Um abraço de Luz.

    ResponderEliminar
  12. Assino por baixo!
    Bem hajas, querida MER!

    ResponderEliminar
  13. É, não é? Infelizmente, assim é!
    Um abraço, caro SALVO.

    ResponderEliminar
  14. Minha xará querida, desistir... nunca!
    E tens forças para enfrentar, que sei que tens: vamos à luta!
    ...e voa alto, GAIVOTAZINHA:

    ResponderEliminar
  15. Desconhecia que houvesse um dia mundial da religião. Mas porque não?
    Há dias mundiais de tudo...
    É, nena, o tema é complicado...
    Eu penso que não tem fé quem quer (e vive versa), mas quem está predestinado a tal.
    Era uma conversa muito gira para se ter à mesa do café.
    Seja como for, considero fundamental o respeito pelas ideias das pessoas, seja sobre religião, seja sobre o que fôr.

    Bom fim de semana.

    Bjs
    Mariazita

    ResponderEliminar
  16. São, no meu entender, as pessoas confundem espiritualidade com religião, crenças, seitas e outros.
    A imposição de dogmas contradiz a existência de inteligência, que seria criada por deuses. Difícil entender.
    Melhor burilar a espiritualidade que seguir religiões, sejam quais forem.
    Abração.

    ResponderEliminar
  17. MARIAZITA, concordo: não é só neste tama (complexo) que as pessoas devem serv respeitadas, não.

    Quanto à fé, eu cheguei ao que hije é a minha convicção de maneira racional.

    Como muito bem dizes, seria uma excelente conversação diante de uma fatia de bolo e uma chávena de chocolate quente, rrss

    Beijinhos, nena.

    ResponderEliminar
  18. Como não estar de acordo contigo, CLARICE?
    Por esse motivo, não me integro em nenhuma religião oficial...o mesmo se passando com a política, onde não me integro seja em que partido for.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  19. Ó diabo, estava a ler o teólogo Kung Fu, e não estava a perceber o texto... :-))

    Para mim, os sentimentos mais humanos de todos são: o amor pelo dinheiro (herança judaica) e o desejo de matar (universal), no fundo, a base da religião humana.

    ResponderEliminar
  20. Ai, que nem sei o que te diga...rrss

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  21. Plenamente de acordo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  22. Folgo com esse acordo, linda.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue