sábado, dezembro 08, 2007

"EM OURO CRU"

"Em Ouro Cru" foi lançado publicamente em 8 de Dezembro de 2004.

Resultou de uma homenagem de que fui objecto por parte da S.F.A.L., da Junta de Freguesia do Lavradio e da Câmara Municipal do Barreiro.

É o meu primeiro livro individual de poesia e tem ilustrações de Kátia R., Zilda D. e Manuel Antunes.

O prefácio é de João Carlos Pereira, nosso companheiro de blogosfera.

Quero deixar aqui público e comovido agradecimento pela oportunidade que me foi oferecida de poder realizar um sonho antigo e de poder, assim , prestar honra e memória a uma pessoa íntegra e a quem devo tudo: meu Pai, a quem dediquei o livro!

A minha gratidão cobre também, como não poderia deixar de ser, todas as pessoas que me acompanharam nesse dia marcante!

Aqui vos deixo um dos poemas:


LEGADO

Tenho gelo a crescer
Por dentro das veias
E pesado manto
Sobre os ombros:
Não desconheço
Que a minha barca
Começa a sulcar
Os atalhos
Da mais longa viagem.

Sem ignorar os sinais
Lego como herança
A certa certeza
De que só o amor
Liberta e dá voz
À divindade
Dentro de nós!


Espero que gostem de "Unchained Melody":

http://www.youtube.com/watch?v=yVCcm-SXedk

Bom feriado!

50 comentários:

  1. parabéns pelo poema ...


    é lindo ...


    bjs e um bom sábado

    ResponderEliminar
  2. Gostei sim São. Desconhecia esta tua faceta de poeta.

    Um beijo e bom fim de semana .

    P.S. Obrigada pelas palavras que vais deixando no meu espaço ainda não tive tempo de responder a ninguém e só agora estou a começar as visitas.

    ResponderEliminar
  3. ISABEL_F:
    Obrigada, linda!
    Bom feriado para ti!

    ResponderEliminar
  4. GI:
    Obrigada .
    Bom feriado!

    ResponderEliminar
  5. Olá São!
    Parabéns pelo teu poema, é muito bonito. Desejo boas vendas para o teu livro, que tenha muito sucesso.
    A poesia faz tanta falta na nossa vida cada vez mais difícil.
    Tem um excente fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Parabénssss!!!!
    Se todos souberem apreciar um bom poema com ceteza seu livr venderá aos milhões.
    Bjos

    ResponderEliminar
  7. ISABEL SANTOS:
    Obrigada, linda. O livro acabou, Deus graças! Agora só o que estou preparando em prosa!
    Bom feriado!

    ResponderEliminar
  8. KARINA:
    Minha querida, que generosa és!Já não há livro.
    Estou a coligir crónicas para o próximo!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  9. charroco
    http://charroco.blogs.sapo.pt/
    Olh'ó charroco .
    Os primêros sem-i visitantes têm-i dirêto a uma volta em todos os carróceis da fêra populari de Lisboa e, duas ginjas na barraca da vaquinha .
    Nã vali empurranços .

    ResponderEliminar
  10. CHARROCO:
    acabei de deixar lá a minha retribuição de visita!
    Bom feriado.

    ResponderEliminar
  11. Ai São,obrigada, obrigada, obrigada! Se gostei da unchained melody? Sabes como era há mais de 30 anos????Obrigada pela recordação...quanto ao poema é muito bonito e gostei de saber que tens um livro...sou amiga duma escritora!!!!Já não se vende é? Beijos querida e bom domingo...

    ResponderEliminar
  12. AMIGONA:
    Grata estou eu por seres amiga minha! A sério!!
    Bom feriado, querida!

    ResponderEliminar
  13. Releio este poema, que me ficou na memória, e pesa-me a mensagem que nele (na sua barca) navega.

    A barca é igual, a rota é a mesma e o cais de chagada também.

    Mas, São, esse cais - creio eu - nada mais é, no seu outro lado, do que um cais de partida. Para uma nova viagem. Eterna.

    Monte Cristo

    ResponderEliminar
  14. MONTE CRISTO:
    Publicamente te renovo a minha gratidão por me teres dado o enorme prazer de prefaciares "Ouro Cru" e a minha honra em te poder contar nas minhas amizades da vida real!
    Parece que na abordagem da Morte não estamos muito de acordo.Para mim , é vida numa outra dimensão.
    Gosto de te ver, sempre!

    ResponderEliminar
  15. "Não desconheço
    Que a minha barca
    Começa a sulcar
    Os atalhos
    Da mais longa viagem"
    Imagino que não largas os remos nunca, por maior que seja a tempestade... Estou enganada?
    Parabéns (atrasados) pelo livro.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  16. GRAÇA PIRES:
    Que perspicaz, linda!AH!AH!AH!
    Não largo os remos e, ainda menos, o leme!!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  17. Fermoso e sentido homenaxe o teu pai.Fermosa herdanza: Amor, liberdade.
    Seguro que teu pai estaria moi honrado cunha filla coma ti.
    Parabéns
    Bom feriado!
    Un forte Abraço

    ResponderEliminar
  18. APÁTRIDA:
    Estaria também muito orgulhoso de tu me considerares tua amiga!
    Muito obrigada!
    Unha aperta!

    ResponderEliminar
  19. Mais um poema...alegro-me!

    Luiz

    ResponderEliminar
  20. Irei imediatamente adquirir esse deslumbrante livro. Parabéns!
    A dedicação ao seu pai é de encanto profundo que me toca na minha forma de Ser e Estar.
    Uma sensibilidade e uma beleza que faz de si um Ser Humano fabuloso e indescritível de ternura e encanto.
    Devia ter um pai magnífico e enternecedor porque choraria lágrimas sentidas se pudesse observar a sua dedicatória indescritível de talento e beleza. Estou certo disto.
    Eu creio que a lê a escuta, mesmo lá no alto bem aconchegadinho a Deus protector.
    Olhe, fiquei fascinado. Escreve deliciosamente. Irá ser um retundante sucesso.
    Beijinhos amigos de encanto

    pena

    ResponderEliminar
  21. Homenagem mais que merecida, querida São! Faz jus ao seu talento, como mostrado nesse poema de desfecho quase-cosmogônico.
    Muito sucesso para o seu livro.
    Um beijo, e tenha um ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  22. Luiz:
    Viva! mais um...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  23. PENA:
    Meu Pai era , de facto, um ser humano sensível e bom!!
    Quanto ao livro, agradeço o interesse , mas já não será possível comprá-lo.
    Agora, só quando editar a antologia das crónicas que tenho publicado ao longo dos anos.
    Um abraço de coração!

    ResponderEliminar
  24. OLIVER P.:
    Graças, meu amigo!
    Mas talento e sentido de humor, tem você...
    Abraço grande!

    ResponderEliminar
  25. Parabéns! Por mais um ano na lembrança desse feliz momento. Tenho muita honra e orgulho de ter podido estar presente.
    Um eterno abraço

    ManDrag oNegro

    ResponderEliminar
  26. PARABENS

    VENHAM MAIS CINCO

    BJS

    ResponderEliminar
  27. MANDRAG:
    De novo e aqui te agradeço muito o privilégio de ter ilutrações tuas a embelezar "Ouro Cru" e a honra de ter como amigo pessoal há tentos e tantos anos!
    Abraço de coração!

    ResponderEliminar
  28. MAR ARÁVEL:
    Muito obrigada!
    Pelo menos um, estou a tentar...
    Abraços.

    ResponderEliminar
  29. Parabéns amiga querida, pelo poema e pela homenagem e consequentemente pelo livro.
    Quando você está feliz, eu estou feliz!
    Um beijo e um bom domingo!

    ResponderEliminar
  30. Gosto dos teus poemas.
    Não sabia que tinhas editado um livro...eu nunca mais acabo o meu!!

    Bom fim de semana

    beijo
    grande

    ResponderEliminar
  31. Tem poema é muito bonito,suave,harmonioso,desjo-te as maiores felicitações e muito sucesso nas vendas.
    Bom Domingo
    Bjs Zita

    ResponderEliminar
  32. E sempre bom encontrar gente da terra e conhecer um pouco daquilo que escrevem e nos dão a conhecer.

    Adorei navegar no seu blog.

    Parabens

    ResponderEliminar
  33. Olá! Parabéns! Que ele seja um sucesso! Amei a poesia!
    Bom domingo e uma semana maravilhosa!
    Beijos

    ResponderEliminar
  34. Nesse caso, muito bem , parabéns.

    ResponderEliminar
  35. Parabéns pela musica y gostei muito dos teus poemas tan bonitos...
    Beijos

    ResponderEliminar
  36. Oscar Luiz:
    Que bom vê-lo, meu bem!
    Obrigada!
    Um abraço bem grande!

    ResponderEliminar
  37. TIAGO CARDOSO:
    Agradeço muito!
    "De quem a gente gosta?" ?? Impossível comentar ""Preconceitos" blogosféricos"...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  38. LAURENTINA:
    Agradecida!
    Estás como eu com a recolha das crónicas...nunca mais acabo.
    Quando publicares, avisa!
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  39. RODOLFO N:
    Obrigada!!
    Mas Domenico e Aznavour também são causa para te dar parabéns!
    Bienvenido siempre!

    ResponderEliminar
  40. ENTRE LINHAS:
    Alegro-me ver-te aqui e agradeço as palavras!
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  41. OLHOS DE MEL:
    Olá, querida!
    Agradeço as tuas palavras!
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  42. LUÍS F:
    Concordo!
    Agora que nos "descobrimos" , é não olvidar o caminho!
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  43. Depois de uns dias de descanso virtual, encontro-me com a surpresa que celebras a onomástica de um filho; seguramente neste "Em Ouro Cru" desvestes tua alma como costumas fazer em teus poemas.

    Felicidades por este aniversário querida amiga.

    Beijos amiga.

    ResponderEliminar
  44. DESI:
    Oh! Que bom ver-te!!
    Espero que tenhas repousado bem, porque senti a tua falta, amigo!
    T´estimo!

    ResponderEliminar
  45. O amor é a linguagem dos poetas e de Deus, talvez por isso ele atravesse mundo e tempos, chegando sempre aos seu destino, por mais improvável que ele seja.

    ResponderEliminar
  46. ANTÓNIO:
    Que sensibilidade e que profundidade.
    Espero que não deixe de vir!
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  47. Gostei deste mas também gostei muito do outro que está lá no Ouro Cru. E para quando um segundo livro?
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  48. ELVIRA:
    Agradeço.
    Estou preparando um livro, sim. Mas de recolha das crónicas que tenho publicado ao longo dos anos.
    Semana feliz para si e seus!

    ResponderEliminar
  49. Mimosa!
    Fico sensibilizada com as tuas palavras. São generosas e gentis!
    Agradeço a natureza virtual da “blogosfera” que te colocou em contato com os meus poemas, pois permitiu também que eu te descobrisse.
    Que sejamos parceiras daqui para frente, numa constante vai e vem de visitas. Nossos Blogs com certeza serão melhores.
    Um abraço carinhoso.
    Adorei viajar na tua leitura.
    Bjs!

    ResponderEliminar
  50. ELENARA TEIXEIRA:
    Sim, minha linda!
    Só que o meu link não dá!!
    Abraços.

    ResponderEliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue