sábado, julho 30, 2016

IGNORÂNCIA

Que sabemos nós  sobre os países muçulmanos?

Que sabemos sobre os seus gostos, as suas preferências, os seus objectivos de vida?

Quem conhece as canções de êxito, os livros que mais se vendem , os filmes com sucesso?

Alguém sabe o nome de um escritor , de um cantor, de um músico muçulmano?

Quem pode referir um arquitecto , um monumento, algo específico?

Quanto à História , que ao contrário do que demasiadas vezes  se afirma  , se repete  -  é crucial ter conhecimento das feridas que ficaram ao longo dos séculos , desde as Cruzadas até à presença, por exemplo, da França na Argélia, passando pela invasão do Iraque por Bush, baseada em mentiras deliberadas , e pelo apoio incondicional dos EUA a Israel.

 Uma das obras mais importantes para se ter noção do que se pensa do lado muçulmano sobre o Ocidente cristão foi escrita pelo escritor libanês Amin Maalouf e intitula-se " As Cruzadas Vistas Pelos Árabes", outra, é o livro de Jaime Nogueira Pinto  "Islão e o Ocidente - A Grande Discórdia "; igualmente uma qualquer boa biografia de Gamal Abdel Nasser, rais do Egipto e o grande herói do nacionalismo árabe.

 Presumo que não seja necessário reafirmar o meu total repúdio por todas as formas de terrorismo , sejam de Estado ou de  pessoas isoladas ou em grupos.

No entanto, temos de fazer um exercício de empatia e tentar, ao menos tentar,  perceber o modo como o outro lado analisa as questões.

A única coisa que conhecemos actualmente é a violência sem limites nem regras do DAESH , mas  o Islão é muitissimo mais do que isso.

Consequentemente , não podemos nem devemos aceitar a versão simplista de que o  mundo árabe está todo representado naquelas criaturas malignas.

Esforcemo-nos, pois, para não aprofundar o fosso   entre o Cristianismo, que também não é inocente, e o Islão, a quem devemos a preservação das maiores obras gregas numa época em que a Europa cristã se afunda na Idade das Trevas.

26 comentários:

  1. É verdade, não conhecemos quase nada do mundo muçulmano.
    Até nas notícias os media ocidentais são parciais.
    São, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parciais, injustos e , além disso, omitem factos que podem revelar a face do outro lado

      Um abraço desejando bom Agosto e felizes férias

      Eliminar
  2. Há muito que tento aprofundar os meus conhecimentos
    sobre o Islão e tenho a mesma opinião que tens.
    Agradeço as sugestões de leitura.
    Continuo à espera da tua visita...
    Beijinhos, amiga.
    ~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente por estarmos em sintonia, Majo.

      A visita já está feita e aqui fica o meu grato abraço, com votos de Agosto muito bom. :)

      Eliminar
  3. O Islão pode ser muito mais do que isso - e é, sem dúvida. Mas a violência e o aprisionamento que querem fazer da cultura ocidental é o que agora conhecemos e isso é MAU DE MAIS!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que conhecemos agora, sim, mas também conhecemos um pouco mais...ou pelo menos devemos tentar conhecer nem que seja por vias bem diferentes das habituais, porque a comunicação ocidental só refere o que lhe interessa.

      Alguém ouviu debater até à exaustão e ver até à náusea imagens dos atentados não-ocidentais ?

      Quem clama pelas cerca de duzentas crianças sírias encostadas a uma parede , de joelhos, e abatidas pelo daesh com um tiro na nuca? Eu coloquei a imagem como foto de capa no Facebook com a frase "Eu sou síria" e ficou por ali mesmo... ninguém partilhou.Ou colocou qualquer outro sinal de indignação.

      Sim, tens razão é mau demais e penso que as coisas não se resolvem só com diálogo e que a UE deveria tomar certas medidas - como , por exemplo, expulsar para a Turquia quem se manifestou na Alemanha a favor da purga que Erdogan está realizando na Turquia tal como do regresso da pena de morte - porém, não podemos ter dualidade de critérios.

      Abraço, GRacinha

      Eliminar
  4. Meu Sangue Mouro, Meu Coração Luso e Minha Alma Celta gostam desta!

    ResponderEliminar
  5. Informação desmedida sem filtros, também provoca ignorância, passamos a ver só um lado.
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aí está... e é crucial ver ambos os lados.

      Beijinhos e feliz Agosto, MIna

      Eliminar
  6. concordo com voce, e dói profundamente saber que as pessoas só querem saber de um lado da história =(

    abraço afetuoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que toda a gente é mais ou menos egocêntrica , a gente sabe,,,mas o Ocidente está a ultrapassar os limites...mas que isso não justifica o terrorismo brutal dos fanáticos islamitas, clarissimo que não


      Beijinhos e feliz Agosto, Sara

      Eliminar
  7. Olá, querida São!

    Como tem passado? Eu, regressada de férias, k foram serenas, como eu, e com um monte de coisas, agora, para arrumar, como é normal e costume nestes casos.

    Então, segundo nos diz no seu post de 31 de Mao, o computador foi para o estaleiro e só regressou no dia 07 de julho ou lá perto. O importante é k esteja bem e não só por agora.

    Li o texto, mto bem escrito, compo é seu apanágio e concordo parcialmente com a São.
    Tudo isto teve naturalmente um início e já não recuo a D. Afonso III qdo expulsou os Mouros, definitivamente, deste reino, entre aspas. Pensemos na conquista de Ceuta pelos Portugueses, em 1415, o sonho breve de k nos fala Fernão Lopes. Converter ao Cristianismo? Forçadamente? Penso k tudo o k mexa com política e religião, k estão associadas, a meu ver, tem sempre uma resposta, mais tarde ou mais cedo.

    Conheço alg características dos muçulmanos, mas o Islão, e como a São diz, é outra coisa. Os Muçulmanos tem, c acento, uma essência própria, k não quero classificar como boa ou má, mas é preciso compreendermos, embora aceitando ou não, aquilo k para eles é óbvio e natural e k para mtos de nós, não é.

    A Europa, a velha Europa precisa de ser reconstruída, repensada e já percebemos k só diálogo e cimeiras não dão resultados satisfatórios. Para grandes males, grandes remédios, é a minha opinião.

    Bom domingo.

    Beijinhos e apareça, qdo desejar, lá pelo blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, minha amiga !

      Há quanto tempo não vai ao seu blogue ? :)

      ESperemos que sim, que seja desta que tenha tudo ficado bem.

      Gosto de saber que passou umas serenas e repousantes férias.

      A Europa está em plena decadência...para nosso mal.

      Concordo de todo com a Céu, só não vejo caminho fácil para a presente situação nem grande saída ... esperemos que não haja novamente uma guerra intra continental

      E aqui para nós, o mal não foi o Reino UNido ter saído, foi a Alemanha ter ficado.

      Quanto ao mundo islâmico pois está a sofre mais do que nós com aquelas criaturas sanguinárias, sem dúvida

      Abraço com estima, desejando um bom Agosto

      Eliminar
  8. O mundo árabe não é representado pelos facínoras loucos do chamado estado islâmico (recuso e maiúscula para qualificar estas criaturas).
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos mais uma vez de acordo.

      Graças, também para o Pedro

      Eliminar
  9. Sim senhora São...precisamos repensar este tema!
    Gente de má indole...encontra_se em todas as raças e religiões!!!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, e não são as religiões as principais culpadas, pois também em quem não tem religião se encontra fanatismos e crueldade

      Abraços

      Eliminar
  10. Também tento saber mais do mundo muçulmano. E sei que o terrorismo não tem nada a ver com os muçulmanos. Gostei de ler o teu texto e entendo teu ponto de vista, amiga.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço por me compreenderes, o que não me surpreende.

      Eliminar
  11. ignorantes e presunçosos.

    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma péssima mistura, essa.

      Beijinhos

      Eliminar
  12. Olá São:

    Que a gente conheça a sua cultura e eles a nossa.

    Beijinho doce:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo assim, eles conseguem conhecer melhor a nossa...

      Beijinhossss

      Eliminar
  13. Querida, comento de novo com o maior prazer... embora o tema seja triste, como disse no outro comentario, o que ouvimos e sabemos atraves das noticias, é sempre o lado negativo ligado ao terrorismo, pouco se sabe sobre os muçulmanos...mas tbm penso que as pessoas nao estao interessadas em aprender sobre eles, ou conhece-los... julgar é mais facil, mesmo que esse julgamento seja so baseado no que se ouviu falar...

    São...que vc tenha um mes de agosto tranquilo e em paz...

    Beijos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O trágico é quando essa ignorância é manipulada por oportunistas sem escrupulos.

      Grato abraço, meu bem, pela compreensão e apresento novamente as minhas desculpas pelo acontecido

      Eliminar

"BENVEGUT AQUÈL QUE NOS VEN MANS DEBÈRTAS"
(Saudação Cátara)

Arquivo do blogue